Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/1147
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: Efeito da utilização de resíduos de camu-camu (Myrciaria dubia) em ração farelada e extrusada no desempenho zootécnico em ovinos
metadata.dc.creator: Lázaro de Sousa Aguiar
metadata.dc.contributor.advisor1: Expedita Maria de Oliveira Pereira
metadata.dc.description.resumo: A pecuária é uma atividade potencialmente impactante, cujas fontes de impacto vão desde emissões diretas pelos rebanhos, provenientes das fermentações entéricas, passando pelo manuseio do adubo, uso de agroquímicos e mudanças no padrão de uso da terra, até o uso de combustíveis fósseis. O sistema de produção de ovinos proporciona menor agressão ao meio ambiente que os sistemas tradicionais de criação de bovinos por 1) utilizar áreas de cultivo menores 2) por apresentarem menor peso corporal e características de pastejo mais seletivo degradam menos o solo que espécies de grande ruminantes (menor pressão de pisoteio, conseqüentemente causando menor compactação do solo, prolongando assim o tempo de vida útil de uma pastagem) e 3) a emissão de gases poluentes fruto da fermentação ruminal por ovinos é cinco vezes menor que a quantidade emitida por bovinos tornado a exploração destes pequenos ruminantes por si só vantajosa do ponto de vista ambiental. Do processamento das frutas são gerados vários resíduos que podem ser compostos por: 1) restos de polpa mais casca, 2) restos de polpa, cascas e sementes; ou 3) somente sementes (CARVALHO, 2004), que se não receberem um fim adequado podem ser tornar agentes poluidores do ambiente. Resíduos do despolpamento de frutas já têm sido utilizados na alimentação de ovinos com relativo sucesso em regiões do nordeste. O camu-camu (Myrciaria dubia (H.B.K.) McVaugh -Myrtaceae), também conhecido como caçari e araçá-d água, é uma espécie frutífera que ocorre espontaneamente nas margens de rios e lagos de água escura da Amazônia e seus frutos apresentam elevado conteúdo de ácido ascórbico, e os resíduo do seu processamento na indústria de suco é composto basicamente por casca e semente. O ensaio experimental será conduzido no Setor de Ovinocultura da Fazenda Experimental da UFAM, km 38 da BR 174 (Manaus-Boa Vista). Para o ensaio de desempenho serão utilizados 15 ovinos da raça Santa Inês com idades iniciais de 60 dias que serão aleatoriamente em três tratamentos de acordo com o tipo de suplemento: 1) sem adição de camu-camu (SC); 60% de substituição do milho por camu-camu em ração farelada (RCF); 60% de substituição do milho por camu-camu em ração farelada extrusada (RCE). Ao longo do período experimental será avaliado o desempenho zootécnico através da avaliação das médias de ganho de peso diário do animal e a conversão alimentar. Ao final do experimento, quando os animais atingirem peso corporal de 35 kg, será realizado o abate experimental dos animais, onde serão realizadas as avaliações da carcaça e das propriedades físico-químicas da carne.
Abstract: 
Keywords: conversão alimentar
ganho de peso
qualidade de carne
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências Agrárias: Nutricao e Alimentacao Animal
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Produção Animal e Vegetal
Faculdade de Ciências Agrárias
metadata.dc.publisher.program: Programa PIBIC 2008
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/1147
Issue Date: 31-Jul-2009
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.