Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/1160
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: Estrutura trófica e estratégias reprodutivas de assembléias de peixes associadas às macrófitas aquáticas.
metadata.dc.creator: Andreza dos Santos Oliveira
metadata.dc.contributor.advisor1: Carlos Edwar de Carvalho Freitas
metadata.dc.description.resumo: Os bancos de macrófitas constituem um importante habitat para a fauna por formar uma interface entre as áreas aquáticas e terrestres, o que permite que sejam colonizadas por uma grande diversidade de organismos, como algas, invertebrados e peixes. Embora as macrófitas aquáticas não sejam uma fonte de alimento significante para peixes, seus caules e raízes funcionam como substrato para perifíton e abrigam ainda, uma grande quantidade de invertebrados, que constituem importantes itens alimentares para juvenis de Characiformes migradores. Assim, as macrófitas aquáticas constituem um habitat de importância fundamental para os estoques de peixes da região amazônica, principalmente por abrigarem muitas espécies com valor comercial na região. Neste contexto, é cada vez mais relevante o conhecimento da biologia e ecologia da ictiofauna nestes habitats. Estudos sobre suas dietas e estratégias reprodutivas ampliam o conhecimento das interações ecológicas entre os peixes e as características ambientais que influenciam a oferta de recursos e seleção de habitats. Os peixes foram coletados entre junho de 2007 e março de 2008, com auxílio de uma redinha medindo 20x2m com malha de 5mm entre nós opostos, em bancos de macrófitas nos lagos de várzea do rio Solimões, localizados entre Coari e Manaus, durante os períodos de cheia e seca. Depois de identificadas as espécies de macrófitas que compõem os estandes, os peixes capturados foram acondicionados em sacos plásticos devidamente identificados com formol a 7%. Em laboratório, todos os indivíduos capturados foram identificados com o auxílio de chaves específicas e especialistas do INPA. Todos os peixes capturados foram contados, medidos (cm) e pesados (g). Os exemplares de peixes foram conservados em álcool 70%. Serão analisados os estômagos, dos exemplares das espécies mais abundantes, que apresentarem conteúdo alimentar, sob microscópio estereoscópico e óptico. Os itens serão identificados até o menor nível taxonômico possível, de acordo com o estado de conservação dos mesmos. Na identificação dos itens de origem animal e vegetal, serão consultados trabalhos da literatura. O conteúdo de cada estômago será analisado de acordo com os métodos de freqüência de ocorrência e volumétrica.
Abstract: 
Keywords: Peixes
macrófitas aquáticas
alimentação.
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências Agrárias: Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Ciências Pesqueiras
Faculdade de Ciências Agrárias
metadata.dc.publisher.program: Programa PIBIC 2008
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/1160
Issue Date: 31-Jul-2009
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.