Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/1176
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: Dose resposta de cultivares melhoradas de feijão-caupi (Vigna unguiculata (L.) Walp) ao herbicida Fomesafen
metadata.dc.creator: Ana Marta de Lima Nunes Cavalcante
metadata.dc.contributor.advisor1: José Ferreira da Silva
metadata.dc.description.resumo: O feijão caupi (Vigna unguiculata (L.) Walp) é uma planta de ciclo vegetativo curto e sensível à competição com plantas daninhas, sobretudo nos estádios iniciais de desenvolvimento vegetativo. Por isto que a tolerância à herbicida é uma característica fundamental na escolha de uma cultivar de feijão-caupi. O experimento será conduzido em casa-de-vegetação no delineamento inteiramente ao acaso com arranjo fatorial 2x7, sendo utilizadas as cultivares tolerantes (MNCOO553D-8-12-12, MNC-99-53-7F4) e doses abaixo e acima da dose recomendada (0; 125; 250; 375; 500; 625; 750 g/ha de i.a) repetidas 4 vezes. As sementes de feijão-caupi serão semeadas em sacos de plásticos com capacidade para 5 Kg, contendo substrato composto por solo argiloso mais 1/5 de areia. A correção da fertilidade do substrato será feita de acordo com os resultados da análise química e de acordo com a recomendação para a cultura do feijão-caupi. Em cada saco serão semeadas 4 sementes de feijão-caupi e aos 7 dias após a semeadura será feito o desbaste deixando 2 plantas/saco. A irrigação será diária, o suficiente para repor a perda de água da planta. O herbicida Fomesafen será aplicado aos 21 dias após a semeadura (DAS) com pulverizador costal com pressão constante de 2,5 kgf.cm-2 e ponteiras do tipo XR 80.03. As características das plantas de feijão-caupi serão avaliadas aos 21 dias após a aplicação do herbicida (DAA) baseadas na escala de notas da European Weed Research Council (EWRC) As plantas serão cortadas na altura do colo e suas partes separadas em folhas, caule e raiz. A área foliar (AF) será medida com o equipamento area metter , marca LI-COR, modelo 3050ª. A área foliar específica (AFE) será obtida pela divisão da área foliar (AF) pelo peso da matéria seca das folhas (PMSF). A matéria seca foliar, caulinar e radicular serão obtidas após serem lavadas e acondicionadas em sacos de papel e colocadas em estufa de circulação forçada de ar a 75° C durante 72 horas até atingirem peso constante .As análises serão realizadas com auxílio do software SAEG 9.0 e as médias comparadas pelo teste f, em seguida serão feitas as curvas de dose-resposta no software Table Curve.
Abstract: 
Keywords: Herança tolerancia resistência
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências Agrárias: Matologia
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Produção Animal e Vegetal
Faculdade de Ciências Agrárias
metadata.dc.publisher.program: Programa PIBIC 2008
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/1176
Issue Date: 31-Jul-2009
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.