Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/1179
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisor1Frank George Guimarães Cruz
dc.creatorAndre Ferreira Silva
dc.date.accessioned2016-09-23T13:55:31Z-
dc.date.available2016-09-23T13:55:31Z-
dc.date.issued2009-07-25
dc.identifier.urihttp://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/1179-
dc.description.abstractpt_BR
dc.description.resumoA boa formação da poedeira através de programas nutricionais e manejo adequados é essencial para um bom retorno econômico na fase de produção, constituindo uma ferramenta importante para a garantia de altos níveis de produção. No entanto, o constante monitoramento das exigências nutricionais, a fim de acompanhar o aperfeiçoamento genético das aves, é um desafio constante. As aves serão alojadas em círculo de proteção até os dez dias de idade e em seguida distribuídas nas parcelas experimentais. A água e as rações serão oferecidas ad libitum, sendo essas últimas isonutritivas e formuladas à base de milho e farelo de soja, suplementadas com vitaminas, minerais e aminoácidos essências (metionina e lisina).Variando apenas os níveis de energia e proteína. Na fase de 7 a 12 semanas serão utilizados 18, 19 e 20% de proteína bruta e 2700, 2800 e 2900 cal/kg de energia metabolizável. Na fase de 13 a 18 semanas de idade os níveis serão 16, 17 e 18% de proteína bruta e 2700, 2800 e 2900 kcal/kg de energia metabolizável. Ao final de cada fase as aves serão pesadas e os parâmetros analisados. Serão avaliados o desempenho (consumo de ração, ganho de peso, peso final, conversão alimentar e uniformidade) das aves na fase de recria. O delineamento experimental será o inteiramente casualizado, em arranjo fatorial constituído de três níveis de energia e três níveis de proteína para cada fase, com três repetições de seis aves por unidade experimental. as estimativas de exigência de proteína e energia serão estabelecidas pelo teste de Tukey a 5% de significância. Este trabalho será desenvolvido com o objetivo de determinar as exigências de proteína bruta e de energia metabolizável para poedeiras leves de uma a seis semanas de idade.pt_BR
dc.description.sponsorshipCNPQpt_BR
dc.formatPDF
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Amazonaspt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentProdução Animal e Vegetalpt_BR
dc.publisher.departmentFaculdade de Ciências Agráriaspt_BR
dc.publisher.programPrograma PIBIC 2008pt_BR
dc.publisher.initialsUFAMpt_BR
dc.rightsAcesso Restritopt_BR
dc.subjectRAÇÕES
dc.subjectRECRIA
dc.subjectPOEDEIRAS.
dc.subject.cnpqCiências Agrárias: Zootecniapt_BR
dc.titleInfluência de níveis de proteicos e energéticos em rações de poedeiras nas fases de recriapt_BR
dc.typeRelatório de Pesquisapt_BR
dc.pibic.cursoZootecniapt_BR
dc.pibic.tipobolsa
dc.pibic.nrprojetoPIB-A/0016/2008
dc.pibic.projetoInfluência de níveis de proteicos e energéticos em rações de poedeiras nas fases de recria
dc.pibic.dtinicio2008-07-26
dc.pibic.dtfim2009-07-25
dc.contributor.colaboradorJadilson Barroncas dos Santos Melo
dc.contributor.Lattes
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.