Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/1654
Tipo de documento: Relatório de Pesquisa
Título: Espaços Democraticos na Web: uma análise do Portal da Prefeitura de Manaus
metadata.dc.creator: Hemanuel Jhosé Alves Veras
metadata.dc.contributor.advisor1: Ivania Maria Carneiro Vieira
Resumo: A revolução provocada pela rede mundial de computadores (Internet) obriga, hoje, ao exercício de uma comunicação mais democrática em todo o mundo. Empresários e gestores públicos estão diante de uma exigência crescente: exercer a transparência como uma dimensão inegociável do aprimoramento da democracia. Para Aléxis de Tocqueville, pensador político francês, a democracia é a igualdade de condições dos indivíduos de uma sociedade. Anos mais tarde, a pensadora Hannah Arendt ensinava que a democracia nesses moldes poderia ser encontrada nas antigas Polis gregas, onde havia uma divisão explícita entre uma esfera pública e uma esfera privada. Mas com o desenvolvimento histórico da Europa objeto principal da análise de Arendt - esses valores foram distorcidos, surgindo uma esfera social que engloba espaços antes pertencentes a esfera política, onde se realizava o fazer democrático. Em estudos sobre a sociedade de massas, Jurgen Habermas indica o papel e o desenvolvimento da opinião pública nos assuntos relativos à democracia. Para esse autor, ao lado das grandes empresas jornalísticas e ligados a elas, estabeleceu-se um outro aparelho, que vai ao encontro das novas necessidades de publicidade do Estado. Nesse contexto os meios de comunicação têm um papel fundamental em uma sociedade que pretenda ser democrática. Heloíza Matos (1999) traçou a diferença entre a comunicação governamental e a comunicação política. Segundo ela, a primeira é aquela praticada por um governo visando à prestação de contas e o reconhecimento das ações promovidas nas áreas política, econômica e social. Enquanto a comunicação política, ou marketing político, diz respeito à comunicação que atrai a atenção do público através da utilização de técnicas de publicidade e de marketing. Segundo Henrianne Barbosa, a comunicação pública é um conceito ainda pouco conhecido e pouco praticado no espaço público, relacionado à multiciplicidade de vozes e esferas de interação social. A comunicação pública constitui a informação cívica e inclui a accountability, processo onde as instituições fazem uma prestação de contas à sociedade. A Internet é um dos ambientes onde essas interlocuções poderiam ocorrer. Manuel Castells (2003), afirma que o desenvolvimento da web fornece um suporte apropriado para a difusão do individualismo em rede como forma dominante de socialibilidade, com conceito que, pode soar contraditório: o individualismo em rede. Para André Lemos, as comunidades planetárias podem formar-se a partir de interesses comuns e gostos compartilhados. Esse autor acredita em uma ética da estética eletrônica que mostra que, na cibercutura, a dimensão social agregadora é um dos fatores mais importantes do seu desenvolvimento. Apreciando esses conceitos, esta proposta de pesquisa tem por objetivo analisar o uso da web como espaço democrático por um portal governamental, tendo como objeto o Portal da Prefeitura de Manaus (AM).
Resumo em outro idioma: 
Palavras-chave: Democracia
Internet
Comunicação governamental
Área de conhecimento - CNPQ: Ciências Sociais Aplicadas: Comunicacao
Idioma: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Editor: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Comunicação Social
Instituto de Ciências Humanas e Letras
metadata.dc.publisher.program: Programa PIBIC 2008
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/1654
Data do documento: 31-jul-2009
Aparece nas coleções:Relatórios finais de Iniciação Científica

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.