Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/1746
Tipo de documento: Relatório de Pesquisa
Título: Avaliação Química e Biológica de Annona Sericea.
Autor(a): Jose Lamak da Silva Pereira
Orientador(a): Maria Lucia Belém Pinheiro
Resumo: A leishmaniose é considerada pela OMS (Organização Mundial de Saúde, órgão das Nações Unidas) uma das cinco doenças tropicais mais disseminadas no planeta, infectando anualmente 1.400.000 de pessoas (Ashford et al., 1992). Entre as infecções causadas por protozoários, ela só perde em importância para a malária. Especialmente comum na Amazônia e Nordeste, a doença ainda não foi erradicada do Sul e Sudeste brasileiros.. O tratamento desta doença, inicialmente feito com sais de antimônio, requer administração parenteral sob supervisão médica e possui sérios efeitos colaterais Modernamente, existem outras drogas, sem eliminar estes efeitos. Existe assim uma urgência de novos agentes terapêuticos e é neste contexto que a investigação de fitoconstituintes se torna importante. Um grande número de espécies botânicas tem sido investigado com o objetivo de encontrar compostos bioativos antileishmania e várias classes de substâncias têm mostrado atividade, estando entre elas, alcalóides isoquinolínicos, chalconas, quinonas, terpenos,diarilheptanóides e isoflavonóides, neolignanas, alfa, beta insaturadas, delta lactonas e acetogeninas de anonáceas. A literatura registra aproximadamente 240 moléculas naturais avaliadas para atividade anti-leishmania .Os compostos isolados de 96 espécies (46 famílias) de diversos países do mundo pertencem a várias classes de produtos naturais, destacando-se os alcalóides como a classe com maior número de substâncias ativas. O Campus da Universidade Federal do Amazonas possui cerca de 600 hectares e representa um dos maiores fragmentos florestais urbanos do País, sendo pouco estudado em relação a sua biodiversidade e seus ecossistemas. Este projeto pretende fazer um estudo da flora do Campus da Universidade Federal do Amazonas, buscando desenvolver técnicas de extração e metodologias cromatográficas e espectrométricas rápidas, modernas e eficientes para investigar o seu potencial alcaloídico, visando identificar espécies promissoras em compostos bioativos, principalmente, antileishmania, contribuindo ao mesmo tempo para sua preservação e conservação. A escolha desta classe de substâncias (alcalóides) como objeto de nossa pesquisa na busca de moléculas ativas contra leishmaniose é fundamentada na literatura que registra a atividade leishmanicida de vários grupos de estruturas alcaloídicas e ainda, considerando os resultados promissores com alcalóides isolados de várias espécies do gênero Annona, em estudo pela equipe deste projeto. Com base em experiência do grupo em estudos de espécies da família Annonaceae, será continuado o estudo os perfis cromatográficos ( CCD) das frações alcaloídicas dos extratos do gênero Annona, implementado o estudo dos perfis cromatográficos através de LC/MS, que não pôde ser realizado na etapa anterior ( PIBIC 2008-2009), e analisada a correlação com as atividades biológicas investigadas.
Resumo em outro idioma: 
Palavras-chave: Annonaceae, leishmania, citotoxicidade
Área de conhecimento - CNPQ: Ciências Exatas e da Terra: Quimica dos Produtos Naturais
Idioma: pt_BR
País de publicação: Brasil
Editor: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da Instituição: UFAM
Faculdade, Instituto ou Departamento: Química
Instituto de Ciências Exatas
Nome do programa: Programa PIBIC 2009
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/1746
Data do documento: 25-jul-2010
Aparece nas coleções:Relatórios finais de Iniciação Científica

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.