Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/1755
Tipo de documento: Relatório de Pesquisa
Título: Atividades biológicas e estudo do perfil químico de óleo essencial de duas espécies de Piperaceae coletadas no município de Itacoatiara-AM
metadata.dc.creator: Yury Oliveira Lugo
metadata.dc.contributor.advisor1: Anderson Cavalcante Guimarães
Resumo: As plantas com propriedades terapêuticas utilizadas no cuidado de saúde tradicional constituem uma importante fonte de novos compostos biologicamente ativos. Elas aparecem como parte do cuidado tradicional de saúde em muitas partes do mundo ao longo de décadas e têm despertado o interesse de vários pesquisadores. Os óleos essenciais são originados do metabolismo secundário das plantas e possuem composição química complexa, destacando-se a presença de terpenos e fenilpropanóides. Constituem os elementos voláteis contidos em muitos órgãos vegetais e, estão relacionados com diversas funções necessárias à sobrevivência vegetal, exercendo papel fundamental na defesa contra microrganismos. Foi estabelecido cientificamente que cerca de 60% dos óleos essenciais possuem propriedades antifúngicas e 35% exibem propriedades antibacterianas. A família Piperaceae compreende aproximadamente três mil espécies distribuídas em oito gêneros, é pantropical com espécies distribuídas pelas Américas desde o México até o sudoeste da Argentina, encontrando-se plantas de porte arbustivo, herbáceo ou arbóreo com mais de três metros de altura. O gênero Piper pertence à família Piperaceae e tem importância por ser um dos gêneros mais abundantes com aproximadamente 700 espécies. Também é o mais estudado quimicamente, devido ao seu uso na medicina popular e pela importância econômica dos metabolitos fixos e voláteis (óleos essenciais) de grande utilidade para a indústria alimentícia, farmacêutica e agrícola. Dentre as espécies pertencentes ao genero Piper destacam-se: a espécie P. callosum, que é popularmente conhecida como João-brandim, elixir-paregórico, ventre-livre, óleo-elétrico, etc. É um arbusto de 1,00 a 1,20m de altura, de caule e ramos nodosos; folhas alternas, oblongas acuminadas, flores diminutas, amareladas, dispostas em espigas carnosas. É utilizada como digestiva, antidiarréica, hemostática local. A espécie Piper hispidinervum (Pimenta longa) é uma planta arbustiva, de caule fino, rústica, folhas grandes e cuja fruta lembra uma pimenta comprida, de sabor amargo e cheiro forte, aparentemente é rejeitada pelos animais. Muito exigente em luz e água, encontrada com freqüência em áreas de capoeira, se reproduz com facilidade. Este projeto tem como objetivo, avaliar as atividades citotóxica, antimicrobiana e o perfil químico de óleo essencial de duas plantas medicinais da família Piperaceae, Piper callosum e , Piper hispidinervum, utilizadas popularmente na região do Médio Amazonas.
Resumo em outro idioma: 
Palavras-chave: Piperaceae, óleos essenciais, atividade antimicrobiana
Área de conhecimento - CNPQ: Ciências Exatas e da Terra: Quimica dos Produtos Naturais
Idioma: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Editor: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Ciências Exatas e Tecnologia - Itacoatiara
metadata.dc.publisher.program: Programa PIBIC 2009
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/1755
Data do documento: 28-jul-2010
Aparece nas coleções:Relatórios finais de Iniciação Científica

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.