Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/1960
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: Bioatividade de extratos de plantas inseticidas no controle da mosca-negra-dos-citros, Aleurocanthus woglumi Ashby 1915 (Hemiptera: Aleyrodidae) em condições de laboratório
metadata.dc.creator: Matheus da Silva Ferreira
metadata.dc.contributor.advisor1: Neliton Marques da Silva
metadata.dc.description.resumo: A mosca-negra-dos-citros, Aleurocanthus woglumi é uma importante praga dos citros e que vem causando sérios prejuízos à citricultura nacional desde a sua introdução no país. A busca de novos compostos para uso no manejo de pragas sem problemas como a contaminação ambiental, resíduos nos alimentos, efeitos prejudiciais sobre organismos benéficos e aumento na freqüência de insetos resistentes têm despertado o interesse de vários pesquisadores com relação aos extratos vegetais. O objetivo deste trabalho é avaliar o efeito de diferentes extratos de plantas inseticidas, nativas e/ou exóticas, no controle da mosca-negra, A. woglumi em condições de laboratório. Os experimentos serão realizados no Laboratório de Entomologia e Acarologia Agrícola da FCA/UFAM. As plantas inseticidas serão obtidas na Região Metropolitana de Manaus e materiais cedidos pela ESALQ/USP. Os insetos adultos de A. woglumi serão coletados no pomar de citros do Setor de Produção da FCA/UFAM. Primeiramente será realizado um bioensaio com o objetivo de se obter a CL50, ou seja, a concentração necessária para que ocorra mortalidade de 50% das ninfas de A. woglumi com o uso do extrato aquoso de folhas de Azadirachta indica (nim). Os extratos aquosos serão preparados a partir da adição do extrato (pó) de folhas de nim em água destilada. Esta solução permanecerá em repouso por 24h e após este período, será coada em papel filtro. Serão preparados estratos nas concentrações de: 0,5%; 1%; 2%; 4% e 8%. Os extratos serão aplicados com auxilio de um aerógrafo de precisão. Será adotado o delineamento experimental inteiramente casualizado com seis tratamentos (extratos de plantas e testemunhas) e seis repetições. Os dados serão submetidos à ANOVA. A análise de Probit será realizada utilizando o programa Polo-PC. A CL50 obtida será utilizada nos demais bioensaios para se obter as espécies promissoras no controle da mosca-negra. Serão testadas nove espécies, dentre diferentes estruturas (folhas, ramos, raízes), de plantas com potencial inseticida: raízes de Derris rariflora (timbó); raízes de D. floribunda; folhas e ramos de Trichilia pallida; folhas e ramos de Melia azedarach (cinamomo); folhas de Piper hispidinervum (pimenta longa); folhas de P. aduncum (pimenta de macaco); folhas de P. hispidum; folhas de P. peltatum e folhas e ramos de Toona ciliata. Será adotado o delineamento experimental inteiramente casualizado com dez tratamentos (extratos de plantas e testemunhas) e seis repetições. Os dados serão submetidos à ANOVA. Havendo diferença será utilizado o teste de comparação múltipla de Dunnett (1955) para ANOVA.
Abstract: 
Keywords: plantas inseticidas, controle alternativo, pragas de citros
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências Agrárias: Entomologia Agricola
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Ciências Fund. Des. Agrícola
Faculdade de Ciências Agrárias
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2010
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/1960
Issue Date: 1-Jul-2011
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.