Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/1976
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: Resíduo de tucumã (Astrocaryum vulgare Mart.) na alimentação de poedeiras
metadata.dc.creator: Waldo Mateus Placido Miller
metadata.dc.contributor.advisor1: Frank George Guimarães Cruz
metadata.dc.description.resumo: A avicultura industrial brasileira é um dos segmentos da agropecuária que mais se desenvolveu nos últimos anos, apresentando-se com alto potencial genético e elevada produtividade, tornando-se assim, mais exigente quanto às condições de manejo, alimentação e conforto ambiental. O uso de alimentos alternativos em rações à base de milho e farelo de soja tem sido uma preocupação constante dos nutricionistas, uma vez que estes estão sempre buscando reduzir o custo final de produção da ave, tornando-a mais competitiva para o mercado (Costa, 2003). A avicultura em algumas regiões do Brasil é prejudicada pela baixa disponibilidade de grãos (Togashi, 2000) e esse fato incentiva a realização de pesquisas com alimentos denominados alternativos, visando substituir parcial ou totalmente os alimentos convencionais,tendo em vista a redução dos custos e o desenvolvimento da atividade nestas regiões. O tucumanzeiro é uma palmeira monóica. A espécie é encontrada esporadicamente em pequenas densidades no interior da floresta, mas com grande abundância em áreas abertas como: capoeiras, savanas, pastagens abandonadas e margens de estradas quase sempre em solos pobres e degradados. Os frutos servem para a alimentação humana e animais domésticos (Clement, 2005), dos quais o mesocarpo (polpa) é considerado uma fonte alimentícia altamente calórica (Morais & Dias, 2001), devido ao elevado conteúdo de lipídios, apresenta ainda quantidade expressiva do precursor da vitabbbmina A (Chaves, 1947; Yuyama,1998), teores satisfatórios de fibra (Ribeiro, 1995) e vitamina E (Brochier, 2000; Lubrano,1994).É importante salientar que a utilização do resíduo de tucumã na alimentação de poedeiras, poderá reduzir o custo final de produção e minimizar o impacto causado ao meio ambiente. O experimento será conduzido nas instalações do Setor de Avicultura da Faculdade de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Amazonas, Setor Sul do Campus Universitário em Manaus AM. Serão utilizados 160 poedeiras da Hyssex White com 24 semanas de idade, criadas sob idênticas condições de alimentação e manejo. A ração das aves terá 15,5 % de PB, 2.750Kcal/kg de energia, 4,2 % de cálcio. Serão avaliadas as variáveis: consumo de ração (g/ave/dia), conversão alimentar (kg/dz), e (kg/kg), produção de ovos (%) e massa de ovo (g). Será utilizado um Delineamento Inteiramente Casualizado (DIC), onde os tratamentos constituirão na inclusão de cinco níveis de resíduo de tucumã (rações com 0, 5, 10, 15 e 20%, respectivamente) e quatro repetições de oito aves cada. Os dados coletados serão submetidos à análise de variância pelo programa SAEG e as medias dos tratamentos serão submetidas ao teste de Tukey ao nível de 5% de probabilidade.
Abstract: 
Keywords: Tucumã
alimentação
poedeiras.
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências Agrárias: Zootecnia
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Produção Animal e Vegetal
Faculdade de Ciências Agrárias
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2010
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/1976
Issue Date: 1-Jul-2011
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.