Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/1986
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: Dinâmica espacial da frota pesqueira que desembarca no município de Coari, Amazonas.
metadata.dc.creator: Sandrelly Oliveira Inomata
metadata.dc.contributor.advisor1: Carlos Edwar de Carvalho Freitas
metadata.dc.description.resumo: A pesca comercial desenvolvida na Amazônia é classificada em artesanal e industrial, diferenciada pelo tipo e tamanho da embarcação, tecnologia empregada, volume de captura e espécie-alvo. O crescimento populacional e a concentração das populações nos principais centros urbanos aumentaram a importância da pesca comercial na Amazônia, como efeito disso, para chegarem aos locais de pesca, os deslocamentos dos barcos da frota pesqueira comercial tem aumentado. A produção pesqueira tem estreita relação com a forma e a distância do lago em relação ao rio, Em estudos sobre a produtividade dos sistemas de lagos do eixo fluvial Solimões-Amazonas e a distância que a frota pesqueira percorre para pescar de Manaus aos lagos, Nolan (2004) refere-se à distância como sendo um indicador da acessibilidade do pescador ao sistema de lago explotado pela pesca profissional. O autor infere que quanto mais complexas forem as formas dos lagos de várzea e de terra firme explotados pela pesca profissional, maior será o rendimento pesqueiro. Apesar do reconhecimento da importância da pesca na região, ainda há necessidade de informações sobre a dinâmica pesqueira que ocorre em determinadas regiões na Amazônia. As ciências pesqueiras vêm buscando, por meio de diferentes técnicas de análise, subsidiar as tomadas de decisão do setor para dar impulso ao uso racional dos recursos pesqueiros. Nesse contexto, técnicas de geoprocessamento estão sendo utilizadas como ferramentas para analisar essa dinâmica de pescarias nos sistemas amazônicos. No entanto, é muito recente a aplicação dessas técnicas de geoprocessamento e elaboração de SIGs nas ciências pesqueiras, os estudos precursores, com aplicações para o manejo de pescarias marinhas foram realizados por Meaden e Kapetsky (1991). Na Amazônia foi observado que até o momento, os estudos relacionados à atuação e a distribuição da frota pesqueira tem sido realizado tendo como foco a bacia como um todo, mas pouco se sabe como a frota atua dentro de sistema de lagos. Coari tem alto potencial pesqueiro, sendo um importante produtor de pescado regional. Porém, a maior parte da riqueza gerada no município é advinda da produção de gás natural e petróleo, levando Coari à categoria de quarto município mais rico do Norte brasileiro e o segundo do estado do Amazonas (IBGE, 2007). Diante disso, o presente trabalho tem como objetivo espacializar a frota pesqueira que desembarca no município de Coari, verificando como é a dinâmica da pesca no ambiente e como essa frota se comporta.
Abstract: 
Keywords: Dinâmica espacial
desembarque
frota pesqueira
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências Agrárias: Avaliacao de Estoques Pesqueiros de Aguas Interiores
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Ciências Pesqueiras
Faculdade de Ciências Agrárias
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2010
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/1986
Issue Date: 1-Jul-2011
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.