Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/2026
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: Análise de crescimento das plantas e produção de frutos de Pimenta malaguetão (Capsicum frutescens L.) em terra firme.
metadata.dc.creator: Diego Aguirregaray Fernandes Viana
metadata.dc.contributor.advisor1: Ari de Freitas Hidalgo
metadata.dc.description.resumo: Capsicum frutescens L. tem como centro de origem a parte tropical do continente americano, abrangendo diversas variedades de pimentas pungentes amplamente difundidas entre as populações amazônicas, sendo de grande aceitação em todo mundo, devido à versatilidade de suas aplicações culinárias, ornamentais e caracterizada pelo alto nível de pungência de seus frutos. No estado do Amazonas a espécie é cultivada quintais para consumo doméstico, ou em pequenas áreas visando a comercialização in natura dos frutos, em geral sem uso de insumos que permitam à espécie expressar o seu máximo potencial. Não são encontradas na literatura informações sobre o cultivo da espécie em bases racionais, o que motivou a realização deste trabalho. Este trabalho objetiva avaliar o crescimento das plantas e a produção de frutos com o uso de três doses de esterco bovino adicionadas às covas de plantio, em terra firme. O experimento será conduzido na Área l de Plantas Medicinais da FCA, em Manaus. As sementes serão obtids de uma matriz em Manaus e tratadas antes da seadura, a qual será feita no viveiro (60% de sombra) da FCA, em bandejas de poliestireno expandido de 128 células, usando como substrato a mistura de terriço da mata e esterco bovino, na proporção de 3:1 (V/V). O plantio será realizado em covas de 30 x 30 x 30 cm, em latossolo amarelo, em espaçamento 1,0 X 1,0 m. Os tratamentos consistirão em: T1 sem esterco; T2 1 L de esterco/cova;T3 - 2 L de esterco/cova;T4 - 3 L de esterco/cova.O delineamento experimental será em blocos casualizados em fatorial 4 X 2, sendo os fatores constituídos de quatro dosagens de esterco e presença ou ausência de cobertura morta. Cada tratamento terá quatro repetições com seis plantas, sendo três com e três sem cobertura morta. A avaliação da produção de frutos maduros será feita uma vez por semana, a partir do início da produção até 180 dias. Ao final do experimento serão avaliados: altura (cm), diâmetro do colo (mm) massa seca (g)a, número de frutos por planta e diâmetro e comprimento dos frutos (mm). Será feito acompanhamento da fenologia. Os dados serão submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Tukey (0,05).
Abstract: 
Keywords: Malagueta
Solanaceae
condimento
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências Agrárias: Agronomia
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Produção Animal e Vegetal
Faculdade de Ciências Agrárias
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2010
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/2026
Issue Date: 1-Jul-2011
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.