Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/2454
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: Crescimento e taxas de mortalidade do tucunaré Cichla temensis do reservatório de Balbina (Amazonas Brasil)
metadata.dc.creator: Guilherme Martinez Freire
metadata.dc.contributor.advisor1: Carlos Edwar de Carvalho Freitas
metadata.dc.description.resumo: O represamento de rios causa um grande impacto na ictiofauna local, as águas a jusante se tornam mais pobres e as águas a montante mais ricas e transparentes, estes são características favoráveis a ecologia do tucunaré Cichla monoculus. A hidrelétrica de Balbina iniciou a produção de energia em 1989 e desde os primeiros anos de funcionamento a pesca do tucunaré no lago tem sido importante fonte de renda para famílias de pescadores da região. Os parâmetros de dinâmica populacional, em especial aqueles relacionados com o crescimento individual e com as taxas de mortalidade por pesca e natural, constituem a base dos modelos mais empregados em avaliação de estoques pesqueiros. Alem da importância ecológica intrínseca relacionada com a preservação de uma população natural. Diante disso, este trabalho pretende determinar os parâmetros de crescimento e as taxas de mortalidade do tucunaré comum Cichla monoculus, com a finalidade de fornecer bases biológicas/quantitativas para a avaliação dos estoques desta espécie que habitam o reservatório da UHE Balbina. Serão realizadas amostragens em todos os desembarques organizados pela colônia de pescadores para estimar a produção pesqueira total do lago, Mensalmente será feita uma amostragem para coletar os dados de biometria, o número de peixes medidos será em função do tamanho do desembarque. Para representar a curva de crescimento do Cichla monóculos com o modelo matemático de Von Bertalanffy (1938) utilizaremos os parâmetros de crescimento L∞ e k estimados na rotina ELEFAN (Análise Eletrônica de Freqüência de Comprimento) do Programa FAO-ICLARM Stock Assessment Tools FISAT. As idades de recrutamento (Tr) e de primeira captura (Tc) serão estimadas transformando a equação de crescimento em comprimento de von Bertalanffy para a idade. Para estimar a mortalidade natural (M) utilizaremos o método de Taylor (1958) e o método de Pauly (1983) e a mortalidade total (Z) será estimada pela equação de Beverton & Holt (1956).
Abstract: 
Keywords: Crescimento
Tucunaré, Reservatório
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências Agrárias: Recursos Pesqueiros de Aguas Interiores
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Ciências Pesqueiras
Faculdade de Ciências Agrárias
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2011
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/2454
Issue Date: 31-Jul-2012
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.