Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/2585
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: Investigação química de Eugenia aff. citrifolia (Myrtaceae) com auxílio de ferramentas quimiométricas
metadata.dc.creator: Igor Araújo Pinto
metadata.dc.contributor.advisor1: Marcos Batista Machado
metadata.dc.description.resumo: A família Myrtaceae é constituída por cerca de 135 gêneros e estimada em 3.500 espécies. Sua distribuição é predominantemente pantropical e subtropical, centrada na região neotropical e na Austrália. No Brasil, estima-se a existência de 1.000 espécies pertencentes a 26 gêneros nativos e nove introduzidos, constituindo uma das maiores famílias da flora brasileira. Na Reserva Florestal Adolpho Ducke (RFAD) em Manaus AM, uma amostra representativa da floresta Amazônica de terra-firme, identificou-se 56 espécies de Myrtaceae pertencentes a sete gêneros (Blepharocalyx, Myrciaria, Calycolpus, Calyptranthes, Eugenia, Myrcia e Marlierea). As espécies de Myrtaceae são em geral árvores ou arbustos, raramente subarbustos, conhecidas por serem ricas em óleos voláteis e pelo uso na medicina tradicional. Essa família é conhecida principalmente por três espécies vegetais pertencentes a gêneros não usuais na RFAD, como a goiabeira (Psidium guajava) e o cravo-da-índia (Syzygium aromaticum), ou exógenos ao bioma amazônico, como o eucalipto (Eucalyptus spp.), nativa da Austrália. Espécies do gênero Eucalyptus fornecem óleos essenciais ricos em monoterpenóides do tipo eucaliptol e fenilpropanóides do tipo eugenol. Diversas espécies dessa família são usadas na medicina tradicional brasileira, tais como: a goiaba e a pitanga (E. uniflora) como anti-diarréicos; pedra-umecaá (Myrcia citrifolia e E. punicifolia) para o tratamento de diabetes e guamirim (E. florida) no combate ao câncer. Dentre os sete gêneros silvestres de Myrtaceae ocorrentes na RFAD, destaca-se espécies de Eugenia por apresentarem o maior número de espécies ocorrentes nessa reserva, bem como o maior número de estudos fitoquímicos, os quais resultaram no isolamento de flavonoides e fenólicos glicosilados, antocianinas, sesquiterpenos e triterpenos. Tais substâncias apresentam variadas atividades biológicas, fundamentando o uso de espécies de Myrtaceae em diversas medicinas tradicionais. Portanto, o isolamento e a determinação estrutural de constituintes químicos de Myrtaceae corroboram a descoberta de compostos bioativos e o uso medicinal dessas espécies, bem como auxiliam na identificação taxonômica por meio de caracteres químicos. Diante do exposto, este projeto visa identificar os principais constituintes químicos presentes nos extratos e nos óleos essenciais de Eugenia aff. citrifolia, bem como comparar a composição química dessa espécie com a da espécie E. citrifolia, espécie em estudo pelo grupo de pesquisa NEQUIMA (Núcleo de Estudos Químicos em Myrtaceae da Amazônia). Estudos químicos e biológicos das espécies E. aff. citrifolia e E. citrifolia ainda não foram descritos na literatura. Portanto, esse projeto visa investigar a composição química de E. aff. citrifolia, bem como auxiliar na identificação de caracteres químicos que corroborarão na diferenciação taxonômica das espécies E. citrifolia e E. aff. citrifolia. Para isso far-se-á necessário utilizar ferramentas quimiométricas (PCA, HCA).
Abstract: 
Keywords: Eugenia aff. citrifolia
Myrtaceae
quimiometria
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências Exatas e da Terra: Quimica Organica
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Química
Instituto de Ciências Exatas
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2011
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/2585
Issue Date: 31-Jul-2012
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.