Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/2649
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: Formas e feições da paisagem sob uma análise multidisciplinar da geografia e da matemática no bairro Nova Cidade (Manaus\AM)
metadata.dc.creator: Lucimar Silva dos Santos
metadata.dc.contributor.advisor1: Adorea Rebello da Cunha Albuquerque
metadata.dc.description.resumo: O espaço geográfico é representado por um conjunto diversificado, cuja composição, se expressa por meio de configurações geométricas, ou seja, os elementos e objetos presentes ao nosso redor têm forma, tamanho, cores e outras características próprias. As figuras geométricas, criadas a partir das observações dos elementos da natureza, constituem representações gráficas nas quais a forma se destina a expressar características como a dimensão, o volume e a área de tais elementos. A respeito deste tema FIORI (2005) expressa que qualquer forma e ilustração na paisagem, a principio, constitui uma porção da realidade a ser apreendida e reconhecida no cognitivo, posterior a esta etapa, se inicia um processo de representação do que foi identificado. É por meio da visão que se percebem e se discriminam quatros grandes componentes da paisagem: o relevo, a água, a vegetação e as atuações humanas (PIRES, 1996, apud FIORI, 2005). Estes elementos, quando observados em detalhe, podem ser representados como objetos específicos, e, ao mesmo tempo podem constituir um tipo de recorte espacial no contexto do meio geográfico. Quando procuramos projetar estes objetos sobre o plano gráfico (desenho ilustrativo, croqui, mapas, plantas e outros) se faz necessário, expressar as dimensões do mesmo, principalmente com relação às medidas de tamanho da área na figura. Estes procedimentos nos auxiliam a compreender aspectos referentes à composição dos tamanhos e, da proporção existente, entre dois ou mais elementos visualizados, que definem vários planos de uma paisagem, e isso se dá através da escala gráfica. Neste contexto, o presente projeto tem como ponto de partida propor uma análise multidisciplinar da Geografia e da Matemática, utilizando a representatividade da forma geométrica, definida pelas feições de relevo existentes na paisagem. As feições aqui apresentadas constituem no meio em que se encontram indicadores de impactos ambientais . Dessa forma, o primeiro indicador é uma erosão (tipo voçoroca) que surgiu no topo de uma pequena encosta (barranco) e outro indicador é uma barra de sedimentação, resultado do processo de assoreamento de um canal hidrográfico, ambos situados no bairro Nova Cidade.
Keywords: Paisagem, Feições, Indicadores de Impactos
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências Humanas: Geografia
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Geografia
Instituto de Ciências Humanas e Letras
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2011
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/2649
Issue Date: 31-Jul-2012
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
File SizeFormat 
Rel.finalPIBIC_LucimarSantos-2012.pdf1,29 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.