Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/2841
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: Marcos Legislativos da Expansão da Rede Federal de Educação Tecnológica no Amazonas: 1909-2008
metadata.dc.creator: Walkiria Santos de Freitas
metadata.dc.contributor.advisor1: Selma Suely Baçal de Oliveira
metadata.dc.description.resumo: A investigação dos marcos legislativos concernentes à expansão da Rede Federal de Educação Tecnológica no Amazonas desde 1909, com a implantação da Escola de Aprendizes Artífices, até a instituição do Instituto Federal de Educação Tecnológica do Amazonas IFAM, em 2008. O projeto visa empreender pesquisa a respeito da legislação que criou as denominações dessas instituições ao longo do período em epígrafe, buscando contextualizar as leis e a postura educacional da rede no Estado do Amazonas. A Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica configurada nos Institutos Federais já faz parte do cotidiano escolar das regiões do país há mais de um século. Nesse tempo várias mudanças estruturais e legislativas ocorreram no intuito de permitir sua existência e sua expansão, que desde o ano de 2008 foi francamente deflagrada pelo Governo Federal, experimentando um crescimento histórico bastante expressivo. No Amazonas, seis campi já estão instalados: o de Coari, que foi implantado na fase I do processo de implantação deflagrado pelo MEC; e os de Presidente Figueiredo, Maués, Parintins, Lábrea, Tabatinga, instituídos na fase II. Chama-nos atenção nesse processo, os marcos legislativos formulados desde a Escola de Aprendizes Artífices, primeira denominação dos Institutos Federais, até o ato governamental no final do ano de 2008, quando o Governo Federal, através da Lei Federal Nº. 11892 de 29 de dezembro de 2008 criou os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia em todo país. Interessa-nos, a relação entre esses marcos e a função institucional dos Institutos Federais; que tipo de convergência existe entre as leis e a efetiva atuação desses entes educacionais, o que provavelmente nos ajuda a compreender qual a relação que essas escolas estabelecem com as realidades locais onde já foram ou estão sendo implantadas. A investigação sobre os marcos legislativos trará à tona o tema Trabalho e Educação e os subtemas decorrentes. Como os processos de reestruturação produtiva (relação entre formação do IFAM e Pólo Industrial de Manaus e com o desenvolvimento econômico de cada mesorregião amazônica), formação técnica e tecnológica profissional, e as implicações na vida profissional e acadêmica de alunos. O contexto amazônico, tem sido alvo da ação do Governo Federal que visa à expansão da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica. Inevitavelmente a região também tem sofrido os efeitos do novo modelo econômico globalizado em seu ambiente industrial. Isso porque a mesma abriga um Polo Industrial bastante expressivo. Como a estrutura produtiva desse polo apresenta-se de forma diversificada, e o interior do Estado tem experimentado alguma alteração em seus arranjos produtivos, é plenamente justificável que se empreendam pesquisas sobre o tema. Nesse quesito, vale se avaliar à luz da linha Trabalho e Educação, o assunto a fim de se produzir resultados científicos que auxiliem na compreensão de tão complexa questão.
Abstract: 
Keywords: Educação e Trabalho, Educação Profissional
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências Humanas: Educacao
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Teorias e Fundamentos
Faculdade de Educação
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2011
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/2841
Issue Date: 31-Jul-2012
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.