Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/2867
Tipo de documento: Relatório de Pesquisa
Título: Variabilidade interobservadores no diagnóstico de lesões precursoras do câncer anal por meio da colposcopia anal.
metadata.dc.creator: Juliane Taynah dos Santos Souza
metadata.dc.contributor.advisor1: Ivan Tramujas da Costa e Silva
Resumo: A colposcopia anal, ou anoscopia com magnificação de imagem (AMI), é exame que possui indicação para ser realizado diante de qualquer resultado anormal da citologia anal oncótica (Papanicolaou anal, ou pap-a), sendo mais empregado em pacientes pertencentes a grupos de risco para o desenvolvimento do câncer anal. É, contudo, exame pouco realizado na prática clínica proctológica diária e reconhecidamente de interpretação mais difícil que a colposcopia cervical, exame amplamente difundido na detecção precoce do câncer cervical. Apesar de ser exame considerado mais sensível do que o pap-a, não existe, na literatura consultada, estudos que avaliem o grau de concordância diagnóstica interobservadores da AMI, baseando-se a maioria dos estudos existentes a respeito da técnica, na avaliação diagnóstica de observadores individuais. Já foi demonstrado que nem todos os critérios diagnósticos observados na colposcopia cervical podem ser refletidos para a AMI, e, mesmo nela (colposcopia cervical), os inúmeros critérios diagnósticos de lesão pré-maligna comprometem a precisão do exame quando interpretado por mais de um observador. Para simplificar, uniformizar e tornar o diagnóstico colposcópico reproduzível foram propostos, por um grupo sueco capitaneado por Strander (2005), 5 critérios diagnósticos diferenciadores de lesões de baixo e de alto grau para malignidade no colo do útero. Tais critérios foram testados por um estudo que atestou sua efetividade em manter a concordância diagnóstica interobservadores mesmo em casos de colposcopistas inexperientes. Por não existir estudo igual, na literatura consultada, a respeito da AMI, o presente trabalho pretende avaliar a concordância diagnóstica da colposcopia anal entre dois observadores na detecção de lesões precursoras do câncer anal em pacientes pertencentes a grupos de risco, utilizando os critérios diagnósticos simplificados da colposcopia cervical. Serão estudados 70 pacientes pertencentes a grupos de risco para o câncer anal. Todos, após consentimento formal, serão submetidos à AMI após aplicação, no canal anal, de ácido acético a 3% e solução de lugol forte. Os achados colposcópicos de presença ou não de acetobranqueamento, das características do contorno e superfície de lesões, do tamanho de lesões, de sua resposta à aplicação de iodo e dos aspectos vasculares das lesões serão registradas por dois observadores independentes. A concordância diagnóstica interobservadores será calculada pelo coeficiente Kappa. Pretende-se com este estudo verificar se os critérios diagnósticos suecos podem ser aplicados, com efetividade, à colposcopia anal.
Resumo em outro idioma: 
Palavras-chave: Colposcopia
Lesões Pré-cancerosas
Neoplasias do Ânus
Área de conhecimento - CNPQ: Ciências da Saúde: Cirurgia Proctologica
Idioma: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Editor: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Clínica Cirúrgica
Faculdade de Ciências da Saúde
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2011
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/2867
Data do documento: 31-jul-2012
Aparece nas coleções:Relatórios finais de Iniciação Científica

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.