Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/3062
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: MONITORAMENTO FENOTÍPICO DE CAMUNDONGOS ISOGÊNICOS ALOJADOS NO BIOTÉRIO CENTRAL DA UFAM
metadata.dc.creator: Juliana Paula Costa de Oliveira
metadata.dc.contributor.advisor1: Fábio Tonissi Moroni
metadata.dc.description.resumo: Os modelos animais são amplamente utilizados no estudo de problemas biológicos e médicos. O camundongo é uma ferramenta experimental versátil para estudos de doenças genéticas. As linhagens isogênicas disponíveis possibilitam realizar cruzamentos controlados e permitir a análise de segregação de vários tipos de polimorfismos. O monitoramento genético de animais de laboratório é relevante por observar a freqüência ocorrência de mutações espontâneas, heterozigozidade residual ou contaminações genéticas acidentais durante o processo de acasalamento dos animais. Uma das técnicas de monitoramento genético é a observação das características fenotípicas. Considerando que os indivíduos isogênicos possuem as mesmas características fenotípicas, qualquer alteração no tamanho do animal, posição e tamanho dos órgãos dos sentidos, morfologia óssea, comportamentais, características da pele e pelagem, pode ser considerado altamente suspeito de contaminação genética. A observação fenotípica pode ser complementada com técnicas baseadas no DNA. Essa associação é a base de um efetivo programa de controle genético dos animais de laboratório. O objetivo geral do presente trabalho é realizar o monitoramento fenotípico das linhagens isogênicas de camundongos alojados no Biotério Central da UFAM. Os objetivos específicos são: Realizar o monitoramento genético das linhagens DBA-1 e Balb/C; identificar possíveis existências de mutações genéticas. Serão analisados camundongos da linhagem DBA-1, obtidos do Centro de Criação de animais de Laboratório da FIOCRUZ, Manguinhos (CECAL) e camundongos Balb/C obtidos no Biotério da UNESP de Botucatu-SP. Os animais serão amostrados aleatoriamente e observados durante o período de Agosto/2011 a Maio/2012. Os camundongos serão criados e mantidos em gaiolas grandes de polipropileno, em uma área mínima de 65 cm2 por indivíduo. A temperatura será mantida em 21 ± 2 º C, com luz de 12 horas e intervalos de escuro. Os animais receberão ração comercial e água ad libidum. Serão avaliados os seguintes parâmetros fenotípicos: tamanho do animal, posição e tamanho dos órgãos dos sentidos, morfologia óssea, comportamentais, características da pele e pelagem, desde o nascimento até o período de desmame, a cada 3 dias, durante 21 dias. Essas observações serão repetidas a cada nova ninhada. Os animais serão analisados sendo considerados a presença (1) ou ausência (0) dos parâmetros de cada item, com esta matriz de dados estima-se o coeficiente de similaridade de Jaccard, par-a-par. Para comparação entre as ninhadas serão utilizadas análises de variância (ANOVA) e teste Tukey .
Abstract: 
Keywords: camundongos, animais de laboratório, genética, monitoramento
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências Biológicas: Genetica Animal
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Ciências Fisiológicas
Instituto de Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2012
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/3062
Issue Date: 31-Jul-2013
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.