Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/3119
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: Investigação das plantas medicinais usadas por caboclos na região do Alto Solimões
metadata.dc.creator: Jackeline Cristel Elizabeth Mera Mera
metadata.dc.contributor.advisor1: Lisandra Vieira Rosas
metadata.dc.description.resumo: No Brasil a utilização de plantas medicinais para o tratamento de enfermidades está relacionada às culturas indígenas, caboclas, negras. Por muito tempo tal procedimento representou a principal forma de cura, especialmente entre a população rural. A exploração comercial dessas plantas apresenta perspectivas cada vez mais promissoras de se tornar uma atividade econômica rentável para o Amazonas. As plantas medicinais são matérias-primas para a fabricação de fitoterápicos e outros medicamentos. A importância que ela tem na Agricultura pode ser conhecida pela tradição do uso e do saber local, da dimensão socioambiental, da própria biodiversidade, da ampliação dos mercados e de outros meios. Apesar do número de espécies conhecidas no Brasil, o número de espécies domesticadas e com tecnologia de cultivo definida aindaé relativamente pequeno. Analogamente, ainda são poucos os estudos sobre as condições adequadas de colheita e pós-colheita dessas plantas. Logo, o Brasil necessita melhorar sua infra-estrutura para que possa adequar a produção e a extração racional das espécies promissoras. Devido à grande demanda por produtos a base de plantas medicinais, verificado na atualidade, faz-se necessário a investigação do conhecimento do uso e propriedades de plantas medicinais utilizadas pelas comunidades caboclas na região do Alto Solimões, com o escopo de preservação, através de documento escrito, desse saber tradicional. O objetivo deste estudo é Investigar o conhecimento do uso e propriedades de plantas medicinais utilizadas pelas comunidades caboclas no Alto Solimões, assim como preservar, através de documento escrito, esses saberes tradicionais.O trabalho será realizado na Mesorregião do Alto Solimões, abrangendo os Municípios de Benjamin Constant, Atalaia do Norte e Tabatinga. Será feita entrevistas com a população das comunidades. Serão realizadas entrevistas com as comunidades e serão aplicados questionários para coleta dos dados e no final será produzido um livrete. Também será realizado levantamento das plantas medicinais descritas pelos ribeirinhos em periódicos, livros e internet para verificação do uso das mesmas comercialmente, assim como sobre a possibilidade de produção.
Abstract: 
Keywords: Comunidades caboclas, Plantas medicinais, Alto Solimões.
metadata.dc.subject.cnpq: Engenharias: Produtos Naturais
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Natureza e Cultura - Benjamin Constant
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2012
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/3119
Issue Date: 31-Jul-2013
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.