Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/3535
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: Diversidade de fungos na superfície do corpo de abelhas sem ferrão em criadouro de Manaus e Iranduba/AM.
metadata.dc.creator: Mozanil Correia Pantoja
metadata.dc.contributor.advisor1: Pedro de Queiroz Costa Neto
metadata.dc.description.resumo: Os insetos da ordem Hymenoptera constituem um grupo diversificado em hábitos e comportamentos. Nesse grupo, destacam-se as abelhas em função da complexidade em sua organização social. Atualmente são descritas mais de 20.000 espécies de abelhas e a maioria destas são solitárias. Os meliponíneos possuem diversas características importantes para sua utilização na polinização de plantas cultivadas, entre as quais se destacam: o hábito alimentar generalista: visitam as flores das mais variadas famílias de plantas; a domesticação: as colônias podem ser mantidas em colmeias e estas podem ser manejadas; a ausência de ferrão funcional que facilita a instalação e manejo das colônias; colônias são perenes: incapacidade de abandono de ninhos (a rainha fecundada perde a capacidade de voar após adquirir a fisogastria); e podem armazenar grande quantidade relativa de alimento no ninho. Por sua natureza, a apicultura é uma atividade conservadora das espécies, sendo uma das poucas atividades agropecuárias que preenche todos os requisitos do tripé da autossustentatibilidade: o econômico, porque gera renda para o agricultor, o social, porque ocupa mão-de-obra familiar no campo; e o ecológico, porque não se desmata para criar. Não há muitas informações sobre a maioria das espécies de abelhas nativas sem ferrão quanto ao seu comportamento, reprodução e sanidade. Um dos aspectos importantes sobre a biologia desses insetos é o conhecimento da microbiota fúngica, a qual pode causar enfermidade quando a imunidade dos insetos está deficiente. Os fungos filamentosos são reconhecidos por meio das suas estruturas de reprodução e métodos de produção de conídios, por sua cor, forma e tamanho, bem como pelos tipos de hifas e pela caracterização dos aspectos macroscópicos de suas colônias. Assim, no presente projeto, a comunidade de fungos epifíticos de abelhas sem ferrão será investigada em dois criadouros no Amazonas, um em Manaus e outro em Iranduba.
Abstract: 
Keywords: Abelha sem ferrão
Fungos epifíticos
Meliponicultura
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências Agrárias: Zootecnia
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Ciências Fund. Des. Agrícola
Faculdade de Ciências Agrárias
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2013
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/3535
Issue Date: 31-Jul-2014
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.