Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/3559
Tipo de documento: Relatório de Pesquisa
Título: Caracterização de morfologia floral de espécies visitadas por Melíponas de criação em Parintins, estado do Amazonas.
metadata.dc.creator: kennedy gomes de andrade
metadata.dc.contributor.advisor1: Elton Augusto Lehmkuhl
Resumo: As abelhas dependem diretamente dos recursos florais como pólen, néctar e óleos naturais para garantir alimentos para suas colônias perenes e da mesma forma, de 30 a 90% das espécies vegetais nas matas brasileiras são altamente dependentes das abelhas na produção de frutos e sementes. Na região amazônica existe uma grande diversidade de plantas fornecedoras de recursos florais ainda não caracterizadas morfologicamente. As abelhas melíponas estão intimamente associadas à perpetuação de espécies de plantas por elas visitadas, sendo que dependem diretamente de seus recursos florais. O município de Parintins possui uma distancia para capital Manaus em via fluvial de 370 km. Sendo que, os locais de pesquisa serão ao entorno do município e na zona urbana, no qual existem diversas criações de meliponiníneos, favorecidos pelo fato da região propiciar uma grande diversidade de recursos florais. Portanto, o conhecimento mais específico da florada visitada por estas abelhas melíponas nos permite delinear o incremento de plantas nas áreas próximas aos meliponários, garantindo assim alimento com abundancia durante o ano todo. Portanto, há necessidade de se fazer o levantamento da morfologia floral de plantas visitadas pelas abelhas do tipo melípona na região, tendo em vista facilitar aos meliponicultores um melhor cultivo e conservação dessas espécies de vegetais a fim de proporcionar às abelhas de criação fontes de alimento para que possam produzir e realizar seus serviços ambientais. Por isto, o presente trabalho tem como objetivo caracterizar a morfologia floral das espécies visitadas pelas abelhas criadas em meliponíneos no município de Parintins-AM. Alem de Fazer o levantamento das espécies visitadas pelas melíponas, verificar o período de florada das plantas visitadas, realizar ilustrações das peças florais das espécies identificadas, verificar as síndromes de polinização das espécies observadas e as coincidências morfológicas entre as flores das espécies analisadas. As plantas visitadas por abelhas melíponas serão marcadas com fitas com ajuda de meliponicultores através de observações rotineiras ao meliponário. Posteriormente, serão coletados os ramos das plantas floridas e anotando o nome popular da planta citado meliponicultor, após serem coletadas, serão feitas ilustrações das partes florais e a verificação da síndrome de polinização no laboratório Zoobotanico do Instituto de Ciências Sociais educação e Zootecnia localizado no município de Parintins, estado do Amazonas, e armazenadas em prensas de coleta e devidamente secas e herborizadas para a identificação de famílias taxonômicas. Posteriormente as plantas serão levadas ao Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), município de Manaus para tombamento e identificação com bibliografia especializada ao nível de espécie. A partir das anotações de campo será confeccionado um calendário com suas épocas floração durante o ano.
Resumo em outro idioma: 
Palavras-chave: pasto apícola
abelhas indígenas
Área de conhecimento - CNPQ: Ciências Agrárias: Pastagem e Forragicultura
Idioma: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Editor: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Zootecnia e Ciências Sociais Aplicadas - Parintins
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2013
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/3559
Data do documento: 31-jul-2014
Aparece nas coleções:Relatórios finais de Iniciação Científica

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.