Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/3593
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: Análise das condições de segurança do trabalho em marcenarias localizadas na Zona Leste de Manaus.
metadata.dc.creator: Geisa da Silva Crisostomo
metadata.dc.contributor.advisor1: Nabor da Silveira Pio
metadata.dc.description.resumo: As empresas que exploram o setor madeireiro em Manaus estão divididas de acordo com seu produto final em: movelarias, serrarias e fábricas de compensados. As movelarias são especializadas principalmente na fabricação de camas, armários, cômodas e reparos de móveis, com produção final abaixo de 10m³/mês. As serrarias trabalham com beneficiamento de madeiras em geral, fornecendo madeira em forma de pranchas, pranchões, lambris, tábuas, azimbre, ripas, madeiras para a construção em geral, paletes e embalagens. A produção efetiva varia de 200 a 1200 m³/mês. As fábricas de chapas de madeira compensada fornecem este produto para o comércio local, nacional e internacional, e sua produção efetiva varia de 500 a 1500m³/mês. (Sales-campos et al.2000). Essas três categorias de indústrias madeireiras dispõem de trabalhadores que dedicam horas do dia no trabalho, trabalho esse que exige muito tanto física como psicológica. Uma condição de trabalho em que a ergonomia do processo não é observada leva a um baixo rendimento do trabalhador e, consequentemente, da produção final. O inadequado posicionamento das máquinas e equipamentos no processo de produção de uma marcenaria gera perdas na produtividade, e a saúde do trabalhador pode ser severamente prejudicada. Comumente ocorrem fadigas por sobrecarga física, com as posturas inadequadas gerando dores no sistema musculoesquelético do trabalhador, tendo como consequência a redução do ritmo de trabalho e de raciocínio, o que pode levar a erros e, até mesmo, ao seu afastamento por doenças ocupacionais. (FIEDLER, N.C. et al. 2009). Os estudos ergonômicos visam realizar mudanças nas condições e no ambiente de trabalho, aperfeiçoando e adaptando máquinas e equipamentos utilizados na execução das tarefas, de acordo com as características físicas e condições psicológicas do trabalhador, com o objetivo de propiciar-lhe segurança, saúde e conforto e, conseqüentemente, obter maior eficiência no trabalho executado (Silva, 2000).
Abstract: 
Keywords: Marcenarias
EPI.
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências Agrárias: Tecnologia e Utilizacao de Produtos Florestais
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Ciências Florestais
Faculdade de Ciências Agrárias
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2013
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/3593
Issue Date: 31-Jul-2014
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.