Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/3766
Tipo de documento: Relatório de Pesquisa
Título: Avaliação de óleos essenciais obtidos de espécies vegetais da família Annonaceae no controle de insetos e ácaros fitófagos
metadata.dc.creator: Jean Michel dos Santos Menezes
metadata.dc.contributor.advisor1: Jefferson Rocha de Andrade Silva
Resumo: Entre as principais fruteiras cultivadas na região de Manaus encontra-se o mamoeiro (Carica papaya L.). A produção comercial desta cultura é voltada para o abastecimento do mercado local. Este fruto é importante fonte de renda para a população local. Vários problemas têm interferido na viabilidade de programas de desenvolvimento sustentável junto aos agricultores da região Amazônica, como, por exemplo, os relacionados à ocorrência de organismos praga. Dentre os organismos que podem ser enquadrados nesse status encontram-se os ácaros. Diversos ácaros fitófagos ocorrem em mamoeiro, sendo a Tetranychus mexicanus a encontrada com maior frequência e abundância na região de Manaus, sobretudo no segundo semestre quando a temperatura é alta e a precipitação e umidade relativa do ar são baixas. Os principais hospedeiros de T. mexicanus incluem algodoeiro, cacaueiro, citros, macieira, mamoeiro, maracujazeiro, pereira, pessegueiro, e uma variedade de plantas ornamentais. De forma geral, esta espécie forma colônias na face abaxial das folhas, que passam a apresentar manchas esbranquiçadas ou prateadas, devido ao dano causado pelo ácaro ao alimentar-se, posteriormente estes danos promovem o secamento e a queda prematura das folhas. Uma possível estratégia de controle alternativo e sustentável para essa praga é o uso de produtos vegetais. Embora existam na literatura informações sobre o efeito de extratos obtidos de algumas espécies vegetais sobre ácaros fitófagos, elas ainda não são suficientes para proporcionar mudanças significativas nas opções de controle desta praga. Nesse aspecto, a toxicidade de uma substância química a insetos ou ácaros, não a qualifica necessariamente como um inseticida ou acaricida promissor. Diversas propriedades devem estar associadas à atividade, tais como eficácia em baixas concentrações, ausência de toxicidade a mamíferos, fácil obtenção, manipulação e aplicação. Nesse contexto, a família Annonaceae é representada por cerca de 40 gêneros e 650 espécies, com centros de distribuição na Amazônia e Guianas. Economicamente, é de importância para como fonte significativa de frutos comestíveis, matéria-prima para cosméticos, perfumaria e plantas medicinais. As espécies vegetais de Annonaceae se destacam por sua importância no fornecimento de frutos comestíveis, produtos para cosméticos, material para perfumes. Adicionalmente são usadas na medicina popular para várias finalidades, por exemplo, no combate a parasitas e como inseticida. Diante essas premissas e motivados pelo uso de espécies vegetais de Annonaceae como inseticida, o presente projeto pretende avaliar o potencial de óleos essenciais obtidos de espécies dessa família no controle de insetos e ácaros fitófagos.
Resumo em outro idioma: 
Palavras-chave: Óleo essencial
Inseticida
Cromatografia
Área de conhecimento - CNPQ: Ciências Exatas e da Terra: Quimica dos Produtos Naturais
Idioma: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Editor: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Química
Instituto de Ciências Exatas
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2013
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/3766
Data do documento: 31-jul-2014
Aparece nas coleções:Relatórios finais de Iniciação Científica

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.