Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/3768
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisor1Daniel Tarcíso Martins Pereira
dc.creatorJesya Martins Dantas
dc.date.accessioned2016-09-23T15:39:24Z-
dc.date.available2016-09-23T15:39:24Z-
dc.date.issued2014-07-31
dc.identifier.urihttp://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/3768-
dc.description.abstractpt_BR
dc.description.resumoA Química Medicinal tem contribuído com a pesquisa aplicada a descoberta e desenvolvimento de novos agentes biologicamente ativos candidatos a fármacos. Este processo dinâmico, complexo e multidisciplinar, envolve a identificação e caracterização de alvos biológicos, síntese, bioprospecção de princípios ativos naturais, otimização estrutural de moléculas e respectiva caracterização físico-química, análise frente a diferentes atividades biológicas in vitro e/ou in vivo para validação do conceito terapêutico, assim como, estudos de toxicidade, além de avaliação de propriedades farmacocinéticas. Segundo estimativas da Convenção da Diversidade Biológica (CDB), o Brasil hospeda entre 15 e 20% de toda a biodiversidade mundial, sendo considerado o maior do planeta em número de espécies endêmicas. Calcula-se que exista um numero maior de espécies vegetais em um quilômetro quadrado da floresta amazônica do que em toda a Europa. Os produtos de origem natural têm demonstrado seu enorme potencial como fontes de compostos bioativos com atividades antiinflamatórias, antinociceptiva e antiespasmódica, cicatrizante, antitumoral, antidiabética e hiperlipidêmica, dentre outras. Plantas da família Piperaceae vêm sendo utilizadas mundialmente na medicina tradicional e estudos fotoquímicos com espécies pertencentes a essa família identificam diferentes tipos de componentes como flavonoides, alcalóides, lectinas, e viscotoxinas e polissacarídeos. A atual resistência aos antibióticos representa um problema de considerável importância no contexto da saúde pública. Consequentemente, a inovação terapêutica aplicada a descoberta e desenvolvimento de novos fármacos têm sido estimuladas com o objetivo de reduzir esse problema, tomando-se como referência a bioprospecção de novos agentes antimicrobianos originados de plantas oriundas da Região Amazônica. O projeto tem como objetivo a preparação dos extratos, análise quanto à presença de flavonóides nos extratos, avaliação da atividade antimicrobiana e citotóxica dos extratos brutos das plantas da família. As espécies de Piperaceae foram coletadas na Região do Médio Amazonas na Reserva Florestal Adolfo Ducke, do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA) em Manaus e Itacoatiara-AM. Deste modo, esperamos contribuir com a pesquisa científica voltada a descoberta, desenvolvimento e inovação em produtos naturais através da prospecção de compostos bioativos, avaliação da atividade farmacológica de extratos de plantas da família Piperaceae.pt_BR
dc.description.sponsorshipFAPEAMpt_BR
dc.formatPDF
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Amazonaspt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Ciências Exatas e Tecnologia - Itacoatiarapt_BR
dc.publisher.departmentpt_BR
dc.publisher.programPROGRAMA PIBIC 2013pt_BR
dc.publisher.initialsUFAMpt_BR
dc.rightsAcesso Restritopt_BR
dc.subjectPiperaceae
dc.subjectcitotoxicidade
dc.subjectantimicrobiana
dc.subject.cnpqCiências Exatas e da Terra: Quimica dos Produtos Naturaispt_BR
dc.titleAvaliação da atividade biológica de estratos de Piperômia pellucida, Piper hispidum e Piper marginata.pt_BR
dc.typeRelatório de Pesquisapt_BR
dc.pibic.cursoCiências Farmacêuticaspt_BR
dc.pibic.tipobolsa
dc.pibic.nrprojetoPIB-E/0041/2013
dc.pibic.projetoAvaliação da atividade biológica de estratos de Piperômia pellucida, Piper hispidum e Piper marginata.
dc.pibic.dtinicio2013-08-01
dc.pibic.dtfim2014-07-31
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.