Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/3809
Tipo de documento: Relatório de Pesquisa
Título: Estudo fitoquímico e investigação das atividades antioxidante e hipoglicêmica de Myrcia citrifolia (Myrtaceae) (Aubl.) Urb.
Autor(a): Mara Santos Ramos
Orientador(a): Marcos Batista Machado
Resumo: O Brasil é um país megadiverso. Estima-se que o Brasil abriga cerca de 20% de toda biodiversidade mundial, predominantemente distribuída em ecossistemas florestais, e que a Amazônia contém aproximadamente 25% das florestas remanescentes do planeta. Dentre as diversas famílias de angiospermas ocorrentes na Amazônia, destaca-se a família Myrtaceae, constituída por 130 a 140 gêneros e estimada entre 3.000 e 4.000 espécies. Diversas espécies dessa família são usadas na medicina como antidiarreico, anti-inflamatório, antifúngico, antioxidante, antitumoral, no tratamento de diabetes e no combate ao câncer. Dentre os diversos gêneros de Myrtaceae ocorrentes na Amazônia, destaca-se nesta proposta Myrcia citrifolia, uma das espécies conhecidas popularmente como pedra-umecaá , a qual é utilizada popularmente no combate à diabetes. Apesar do amplo uso de Myrcia citrifolia na medicina popular, existem poucos estudos acerca da química desta espécie. Nesse contexto, propõe-se estudar a composição química de folhas e caules de Myrcia citrifolia, bem como investigar as atividades antioxidante e hipoglicêmica de extratos de diferentes polaridade. Os extratos serão obtidos por maceração a frio utilizando solventes pertencentes a diferentes grupos químicos, utilizando-se o método do triângulo de seletividade proposto por Snyder e Kirkland. Para determinação de perfil químico, esses extratos serão analisados por espectrometria de massas assistida por ferramentas estatísticas e quimiométricas. Os potenciais antioxidantes desses extratos serão medidos por meio de ensaio de sequestro do radical DPPH.. Nesta proposta, avaliar-se-á também a atividade hipoglicêmica dos diferentes extratos de M. citrifolia em ratos da raça Wistar. Os resultados das atividades antioxidante e hipoglicêmica poderão auxiliar no isolamento futuro dos constituintes químicos responsáveis pelas respostas a serem observadas.
Resumo em outro idioma: 
Palavras-chave: Myrcia
fitoquímica
atividade hipoglicemica
Área de conhecimento - CNPQ: Ciências Exatas e da Terra: Quimica dos Produtos Naturais
Idioma: pt_BR
País de publicação: Brasil
Editor: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da Instituição: UFAM
Faculdade, Instituto ou Departamento: Química
Instituto de Ciências Exatas
Nome do programa: PROGRAMA PIBIC 2013
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/3809
Data do documento: 31-jul-2014
Aparece nas coleções:Relatórios finais de Iniciação Científica

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.