Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/3839
Tipo de documento: Relatório de Pesquisa
Título: Estocagem e avaliação da estabilidade oxidativa da manteiga de cupuaçu
metadata.dc.creator: Sarah Jéssica Machado Lopes
metadata.dc.contributor.advisor1: Margarida Carmo de Souza
Resumo: O Brasil possui uma grande variedade de oleaginosas, que apresentam características bastante peculiares, e por não terem sido exploradas o suficiente pela população científica, despertam interesses. Dentre essas, encontra-se na região amazônica o cupuaçu, que possui características favoráveis ao cultivo de sua fruta tropical. Com condições de clima quente e úmido e solos ideais, o cultivo do cupuaçu tem significativa importância econômica e social para o amazonas. O fruto do cupuaçuzeiro, também chamado de cupu mede de 12 a 25 cm de comprimento, e 10 a 12 cm de diâmetro, apresentando em média peso de 1,0 kg, sendo 30% de polpa e 15 % - 20% de sementes (aproximadamente 35 unidades por fruto). As sementes do cupuaçu são muito ricas em gorduras (57% do peso seco), com uma digestibilidade de 91,1 % em seres humanos. A prensagem destas amêndoas pode produzir 13,5 kg de manteiga de cupuaçu. Pesquisas no amazonas com o cupuaçu têm sido realizadas nas áreas de recursos genéticos e melhoramento genético, tratos culturais, comportamento do cupuaçuzeiro em sistemas agroflorestais e aproveitamento tecnológico da polpa e de sementes. O óleo ou manteiga de cupuaçu é um produto já conhecido no mercado de cosmético e farmacêutico. Porém, durante o seu armazenamento e processamento pode sofrer transformações químicas como a hidrólise e a oxidação, afetando a sua qualidade/estabilidade. Os métodos de determinação da estabilidade oxidativa surgiram numa tentativa de predizer a vida de prateleira de óleos e gorduras. Nesse contexto, a presente proposta visa avaliar a estabilidade oxidativa ou a suscetibilidade à oxidação da manteiga extraída da semente de cupuaçu.
Resumo em outro idioma: 
Palavras-chave: oleaginosas
estabilidade oxidativa
manteiga de cupuaçu
Área de conhecimento - CNPQ: Ciências Exatas e da Terra: Quimica Analitica
Idioma: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Editor: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Ciências Exatas e Tecnologia - Itacoatiara
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2013
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/3839
Data do documento: 31-jul-2014
Aparece nas coleções:Relatórios finais de Iniciação Científica

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.