Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/3884
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisor1Keyla Emanuelle Ramos da Silva
dc.creatorÁdria Vasconcelos Cortez
dc.date.accessioned2016-09-23T15:39:46Z-
dc.date.available2016-09-23T15:39:46Z-
dc.date.issued2014-07-31
dc.identifier.urihttp://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/3884-
dc.description.abstractpt_BR
dc.description.resumoA Amazônia possui inúmeras espécie de plantas frutíferas que possuem potencial econômico, tecnológico e nutricional, despertando o interesse de estudos científicos em diversificadas áreas, tais como: alimentícia, farmacêutica, cosmética e dentre outras. No Estado do Amazonas, nove micro-usinas fazem a extração mecânica de óleos vegetais, beneficiando cerca de 3 mil famílias com emprego e renda. O óleo de tucumã estudado é oriundo do município de Manaquiri, com possibilidade de utilização no desenvolvimento de produtos cosméticos. Esses óleos para serem comercializados devem ter seus processos de extração otimizados e validados, além de suas características físico-químicas elucidadas através do controle de qualidade rigoroso. Neste projeto serão determinados os mesmos parâmetros físico-químicos do projeto anterior acrescido da determinação da composição dos principais ácidos graxos por técnica cromatográfica, para posteriormente realizar cruzamento de dados do projeto anterior e demais estudos do mesmo grupo de pesquisa. A primeira fase do projeto, onde se denominava: Avaliação de alguns parâmetros físico-químicos utilizados para certificação da cadeia produtiva de óleos fixos de espécies oleaginosas produzidas em micro-usinas na Amazônia teve como objetivo maior determinar os principais parâmetros físico-químicos que possibilitaram uma avaliação da qualidade de produção de óleos fixos em micro-usinas dos óleos de Tucumã e Andiroba. Tendo em vista que na primeira fase do projeto os parâmetros de qualidade (índice de acidez, índice de peróxido, material insaponificável, umidade e outros) estavam acima do permitido pela Farmacopéia e que tais resultados dependeram de vários fatores, tais como: tipo de processamento, forma de armazenagem, exposição à luz e ao oxigênio do ar, adição de adulterantes (mistura com óleos mais baratos), que explicitou que cada etapa é essencial para a qualidade do insumo. Nessa segunda fase do projeto, será somente avaliado o óleo de Tucumã, pois o mesmo apresenta poucos estudos sobre as suas características físico-químicas que são utilizadas para aplicação em produtos cosmésticos. Além disso, pretende-se através de relatos orais, observação participante, obter informações minuciosas desde coleta da matéria-prima, extração e em seguida armazenagem desses óleos, para posteriormente análise comparativa dos resultados. Baseado na cartilha confeccionada pelo grupo de pesquisa com o título "Boas práticas de coleta, extração e armazenamento de óleos fixos" verificou-se que pode-se melhorar alguns procedimentos na cadeia produtiva em estudo, portanto, vê-se a necessidade de fazer a avaliação da qualidade do óleo pós sugestão de melhoramento das práticas identificadas. Assim o conhecimento gerado fechará o ciclo de estudo da produção qualificada e consequentimente a aplicabilidade desses óleos, agregando valor aos produtos oriundos dessas localidades incentivando a formação de cooperativas produtoras de óleos regionais.pt_BR
dc.description.sponsorshipFAPEAMpt_BR
dc.formatPDF
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Amazonaspt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Ciências Exatas e Tecnologia - Itacoatiarapt_BR
dc.publisher.departmentpt_BR
dc.publisher.programPROGRAMA PIBIC 2013pt_BR
dc.publisher.initialsUFAMpt_BR
dc.rightsAcesso Restritopt_BR
dc.subjectcadeia produtiva, óleos fixos,conhecimento tradicional
dc.subject.cnpqCiências Exatas e da Terra: Quimica Analiticapt_BR
dc.titleAVALIAÇÃO DE PARÂMETROS FÍSICO-QUÍMICOS UTILIZADOS PARA A CERTIFICAÇÃO DA CADEIA PRODUTIVA DO ÓLEOS FIXOS EXTRAIDOS DO TUCUMÃ (ASTROCARYUM ACULEATUM) NA AMAZÔNIApt_BR
dc.typeRelatório de Pesquisapt_BR
dc.pibic.cursoQuímica Industrialpt_BR
dc.pibic.tipobolsa
dc.pibic.nrprojetoPIB-E/0225/2013
dc.pibic.projetoAVALIAÇÃO DE PARÂMETROS FÍSICO-QUÍMICOS UTILIZADOS PARA A CERTIFICAÇÃO DA CADEIA PRODUTIVA DO ÓLEOS FIXOS EXTRAIDOS DO TUCUMÃ (ASTROCARYUM ACULEATUM) NA AMAZÔNIA
dc.pibic.dtinicio2013-08-01
dc.pibic.dtfim2014-07-31
Aparece nas coleções:Relatórios finais de Iniciação Científica

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.