Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/4006
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: Avaliação Antibacteriana dos materiais obturadores utilizados para obturação de dentes decíduos
metadata.dc.creator: Carla Priscila Martins Valim
metadata.dc.contributor.advisor1: Janaina Silva Martins Humberto
metadata.dc.description.resumo: A manutenção dos dentes decíduos até sua época de esfoliação natural é muito importante para a correta implantação da dentição permanente. Embora os conhecimentos atuais da etiopatogenia da cárie dentária e da crescente adoção de medidas preventivas para a promoção da saúde bucal tenham promovido o declínio dos padrões da doença, em muitas crianças ainda é observada a presença de dentes decíduos com cavidades extensas e com envolvimento pulpar. O comprometimento do órgão pulpar devido traumatismos dento-alveolares também é altamente prevalente. Quando essas situações levam ao comprometimento irreversível da polpa dental, faz se necessário o tratamento endodôntico para manter a integridade e saúde dos tecidos orais e possibilitar a proservacão dos dentes decíduos, até sua época de esfoliação. Os dentes decíduos possuem uma conformação peculiar e topografia dos canais radiculares com curvaturas acentuadas, com uma grande quantidade de canais secundários e acessórios, ramificações colaterais e bifurcações ou ramificações apicais em grande número, o que dificulta o acesso e a instrumentação desses dentes, favorecendo a sobrevivência de alguns microorganismos, mesmo quando o preparo biomecânico é cuidadosamente executado. Além do aspecto anatômico, o processo de rizólise em dentes decíduos ocorre de maneira irregular e nem sempre é detectado radiograficamente. Há diversos tipos de pastas obturadoras de canais radiculares no mercado. Para uma pasta obturadora ser considerada eficiente são necessárias algumas propriedades como sua reabsorção ser semelhante à raiz do dente, ser inofensiva ao periápice e ao germe do dente permanente, ser antisséptica, radiopaca, ser reabsorvida quando extravasada, ser inserida com facilidade, preencher facilmente o canal e aderir às paredes, ser facilmente removida quando necessário, e não alterar a cor do dente, entretanto, ainda não foi desenvolvida uma única pasta capaz de preencher os requisitos necessários, sendo importante a realização de estudos para a avaliação das propriedades antimicrobianas destes materiais.Este trabalho tem como objetivo avaliar in vitro a ação antibacteriana de materiais obturadores de dentes decíduos: pasta Calen®, Calen® modificada com óxido de zinco, Pasta Guedes Pinto, Pasta Guedes Pinto modificada e a Hydropast® ,determinando a Concentração Inibitória Mínima de cada material obturador frente aos microorganismos testados, por meio do teste de difusão em Ágar. Para a determinação da CIM serão utilizados os seguintes microorganismos: Streptococcus mutans, Streptococcus salivarius, Streptococcus mitis , Streptococcus oralis , o Lactobacillus casei e o Enterococcus faecallis.
Abstract: 
Keywords: pasta obturadora
dente deciduo,
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências da Saúde: Odontopediatria
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Odontologia
Faculdade de Ciências da Saúde
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2013
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/4006
Issue Date: 31-Jul-2014
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.