Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/4068
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: Prospecção química e avaliação da inibição de radical livre e citotoxicidade de extratos das folhas de Psittacanthus sp. e de Pthirusa sp, espécies de Loranthaceae parasitas de Cecropia sp.
metadata.dc.creator: Thais Sampaio Alves
metadata.dc.contributor.advisor1: Anderson Cavalcante Guimarães
metadata.dc.description.resumo: A descoberta de novas drogas a partir de produtos naturais tem contribuído bastante nesses últimos anos para o desenvolvimento da química, pois a maioria das novas drogas avaliadas para fins medicinais são oriundos de plantas, fungos e outras espécies biológicas. Loranthaceae é uma família de epífitas hemiparasitas arbustivas que cresce aderida ao caule e/ou ramos das arvores. São utilizadas no mundo inteiro para tratarem diversas enfermidades, tais como: problemas respiratórios, inflamações, alguns tipos de câncer, entre outras. Na família Loranthaceae os principais tipos de substancias encontradas são: terpenos, lignanas, flavonóides, ácidos graxos, ácidos aminados, taninos, saponina, alcalóides, entre outros. Estudos com espécies de Loranthaceae demonstraram atividade cardiovascular, antimicrobiana, hipotensora e antimicobacteriana. Na Amazônia brasileira destacaram os estudos realizados por Guimarães (2005), que identificou diversas substancias presentes em folhas de Cladocolea micranta (Loranthaceae). Alem disso o estudo de atividade antioxidante de espécies de Loranthaceae aliado a outros estudos químicos pode contribuir para o desenvolvimento de novos produtos em diversas aplicações. Os resultados das avaliações de atividade citotóxica poderá direcionar para outros ensaios biológicos. No presente projeto, pretende-se analisar a presença de metabolitos secundários e avaliar a atividade citotóxica e antioxidante de extratos brutos de duas espécies de Loranthaceae: Psittacanthus sp e Pthirusa sp., parasitas de Cecropia sp. As folhas das duas espécies de Loranthaceae serão coletadas, secas a sombra e trituradas em temperatura ambiente. O material seco e moído será extraído com etanol em aparelho de Soxhlet. O extrato obtido será fracionado através de partição liquido-liquido. Na prospecção fitoquímica para caracterização de metabólitos secundários, os extratos e frações serão analisados através de ensaios cromáticos usuais, utilizando-se reagentes convencionais para detecção de terpenos, fenólicos, saponinas e alcalóides. Na avaliação em placas cromatográficas, o perfil será obtido direcionando-se o protocolo para avaliar a presença de terpenos, alcalóides, fenólicos e flavonóides. O ensaio de atividade antioxidante será realizado conforme descrito na literatura por meio do método de inibição do DPPH (Mensor,2001) e o ensaio de atividade citotóxica será realizado frente ao microcrustaceo Artemia salina, conforme descrito por Meyer (1982).
Abstract: 
Keywords: Lorantaceae
folhas
atividade biológica
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências da Saúde: Farmacognosia
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Ciências Exatas e Tecnologia - Itacoatiara
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2013
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/4068
Issue Date: 31-Jul-2014
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.