Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/4391
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisor1Erico Luis Hoshiba Takahashi
dc.creatorManoel Osmar Mendonça dos Santos Filho
dc.date.accessioned2016-09-23T15:46:49Z-
dc.date.available2016-09-23T15:46:49Z-
dc.date.issued2015-07-31
dc.identifier.urihttp://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/4391-
dc.description.abstractpt_BR
dc.description.resumoO rio Carú é um importante corpo de água que drena a região de Itacoatiara. Ao longo dos seus 40 km de extensão ele atravessa áreas de manejo florestal madeireiro, rodovias, comunidades ribeirinhas e propriedades particulares até juntar-se a um braço do rio Urubu e ao rio Anebá e desaguar no lago do Canaçari na região do município de Itacoatiara (AM). Apesar de sua grande importância não há estudos sobre os peixes que nele vivem. Portanto, o presente projeto objetiva caracterizar e comparar a composição da ictiofauna do leito principal, igapó é afluentes de rio Carú. Serão realizadas no total 6 coletas. Para caracterizar os peixes de ambiente de igapó (floresta e praia inundada com a água parada) serão realizadas três amostragens nos meses de cheia do ciclo sazonal: maio, junho e julho. Para caracterizar os peixes do canal principal e afluentes (água corrente) serão realizadas coletas nos meses de seca do ciclo sazonal: outubro, novembro e dezembro. Em cada amostragem será utilizada pelo menos uma bateria com seis redes de espera com malhas 1,5; 2,0; 3,0; 4,0; 5,0 e 6;0 cm entre os nós. As amostragens serão realizadas entre as 16:00 e 8:00 horas do dia seguinte. Despescas serão realizadas regularmente para reduzir a predação por piranhas e outros predadores.Em campo os peixes serão separados por local, data e tamanho de malha e serão fixados em formol 10%. Em laboratório os exemplares serão identificados. Em seguida os exemplares serão quantificados e os dados de local, data, tipo de equipamento de coleta e espécie será tabulados em planilhas. Serão estimados para cada tipo de ambiente o número de espécies e a abundancia de cada espécie em número e biomassa. A variação da composição da ictiofauna será avaliada através de uma análise de agrupamento e estatística descritivapt_BR
dc.description.sponsorshipCNPQpt_BR
dc.formatPDF
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Amazonaspt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Ciências Exatas e Tecnologia - Itacoatiarapt_BR
dc.publisher.departmentpt_BR
dc.publisher.programPROGRAMA PIBIC 2014pt_BR
dc.publisher.initialsUFAMpt_BR
dc.rightsAcesso Restritopt_BR
dc.subjectecologia
dc.subjectpeixes
dc.subject.cnpqCiências Biológicas: Zoologia Aplicadapt_BR
dc.titleComparação da composição da ictiofauna entre um igapó, canal principal e afluentes de um rio de águas pretaspt_BR
dc.typeRelatório de Pesquisapt_BR
dc.pibic.cursoCiências: Biologia e Químicapt_BR
dc.pibic.tipobolsa
dc.pibic.nrprojetoPIB-B/0016/2014
dc.pibic.projetoComparação da composição da ictiofauna entre um igapó, canal principal e afluentes de um rio de águas pretas
dc.pibic.dtinicio2014-08-01
dc.pibic.dtfim2015-07-31
Aparece nas coleções:Relatórios finais de Iniciação Científica

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.