Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/4586
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: Prospecção Química e Avaliação da Capacidade Inibitória das Enzimas de α-Amilase e α-Glucosidase em Extrato do Resíduo da Espécie Diplotropis Racemosa Lima.
metadata.dc.creator: Thais Sampaio Alves
metadata.dc.contributor.advisor1: Anderson Cavalcante Guimarães
metadata.dc.description.resumo: O Brasil abrange uma riqueza de flora e fauna invejável a qualquer país desenvolvido. Os dados demonstram que cerca de 80% da população mundial recorre ao uso de plantas medicinais para satisfazer suas necessidades básicas de saúde. A Diplotropis racemosa Lima (Sucupira-Preta) pertence a subfamília Papilionoideae que é a maior das três subfamílias: Caesalpinioideae, Mimosoideae e Papilionoideae de Leguminosae, com aproximadamente 500 gêneros e mais de 10.000 espécies divididas em 31 tribos. Trata-se de uma família bastante utilizada na medicina popular as quais indicam a presença de metabólitos secundários como: alcalóides, aminoácidos não proteicos, aminas, fenilpropanóides, flavonóides, isoflavonóides, antraquinonas, diterpenos, sesquiterpenos e triterpenos. Existem cerca de 127 espécies citadas de Leguminosae que possuem atividade hipoglicemiante. O diabetes melito caracteriza-se como uma doença crônica, que afeta o metabolismo de carboidratos, gorduras e proteínas. A α-amilase é uma enzima que catalisa a hidrólise de ligações glicosídicas, desempenhando importante papel no controle de níveis de glicose no sangue. A inibição da amilase, pode ser uma alternativa terapêutica no controle glicêmico, reduzindo picos de glicose no tratamento de doenças crônicas, tais como diabetes, obesidade e hiperlipidemia. O principal objetivo é analisar a presença de metabólitos secundários e avaliar atividades enzimáticas de extratos brutos de resíduos de Sucupira Preta- Diplotropis racemosa Lima da família Leguminosae utilizadas pelo setor madeireiro de Itacoatiara. O material vegetal seco e moído será extraído com etanol 70% sob refluxo e em seguida será concentrado até remoção de todo solvente em evaporador rotatório, após ocorrerá o fracionamento do extrato através de partição líquido-líquido utilizando solventes em ordem crescente de polaridade e os rendimentos serão determinados. Em seguida, os extratos e frações serão analisados na prospecção fitoquímica para caracterização dos constituintes fenólicos, terpenos, saponinas e alcalóides. O perfil químico será avaliado em placas cromatográficas. Em seguida, os extratos serão analisados quanto as suas capacidades de inibição enzimática α-amilase e α-glucosidase, utilizando métodos colorimétrico-enzimático. O presente estudo visa através da prospecção química identificar metabólicos secundários importantes nas espécies pertencentes a família Leguminosae já que a família possui uma importância taxonômica diferencial devido a sua diversidade estrutural.
Abstract: 
Keywords: Leguminosae, Diplotropis racemosa L, Prospe
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências da Saúde: Farmacognosia
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Ciências Exatas e Tecnologia - Itacoatiara
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2014
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/4586
Issue Date: 31-Jul-2015
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.