Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/4709
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisor1Nazaré Maria de Albuquerque Hayasida
dc.creatorCamila de Souza Borba
dc.date.accessioned2016-09-23T15:48:24Z-
dc.date.available2016-09-23T15:48:24Z-
dc.date.issued2015-07-31
dc.identifier.urihttp://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/4709-
dc.description.abstractpt_BR
dc.description.resumoNos dias atuais, as doenças cardiovasculares manifestam-se em um número cada vez mais crescente na população brasileira. A maioria dessas doenças costuma apresentar indícios físicos antes de realmente causar algum dano às pessoas que com elas serão acometidas. De fato, existem condições consideradas fatores de risco cardiovasculares que, se não forem analisadas e cuidadas ao longo da vida, predispõem uma certa parcela da população a apresentarem essas doenças. Porém, nem toda a população brasileira dispõe de meios de comunicação e de informação suficientes para avaliar os cuidados necessários em tempo hábil. Tendo isso em vista, estudantes do ensino de nível superior, normalmente são reconhecidas como estudiosas e informadas, porém uma parcela considerável de instrução recebida parece estar sendo insuficiente, pois há evidências nessa amostra quanto ao aparecimento de sintomas de doenças cardiovasculares em adultos nessa condição social. Se a informação não parece ser satisfatória, cabe então pesquisar, dentro da abordagem psicológica cognitivo-comportamental, a motivação desses jovens universitários e verificar quais as inclinações passíveis àqueles que apresentam fatores de risco e porque realizam ou não o controle desses, para que, compreendendo esses fatores, possam adotar mudanças significativas no comportamento. Tendo a motivação como fator intrínseco ao ser humano, podemos investigá-la através de alguns instrumentos que aferem a autopercepção e o direcionamento das inclinações pessoais; e nesse caso, podemos lançar mão, por exemplo, da escala de locus de controle de Levenson, a Escala do Bem- Estar Subjetivo de Lawrence e Liang e a escala de Auto-eficácia geral de Sherer.pt_BR
dc.description.sponsorshipCNPQpt_BR
dc.formatPDF
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Amazonaspt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentPsicologiapt_BR
dc.publisher.departmentFaculdade de Educaçãopt_BR
dc.publisher.programPROGRAMA PIBIC 2014pt_BR
dc.publisher.initialsUFAMpt_BR
dc.rightsAcesso Restritopt_BR
dc.subjectDoenças cardiovasculares
dc.subjectMotivação
dc.subjectJovens universitários.
dc.subject.cnpqCiências Humanas: Psicologiapt_BR
dc.titleA motivação de jovens universitários no cuidado com à saúde.pt_BR
dc.typeRelatório de Pesquisapt_BR
dc.pibic.cursoPsicologiapt_BR
dc.pibic.tipobolsa
dc.pibic.nrprojetoPIB-SA/0105/2014
dc.pibic.projetoA motivação de jovens universitários no cuidado com à saúde.
dc.pibic.dtinicio2014-08-01
dc.pibic.dtfim2015-07-31
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.