Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/5025
Tipo: Relatório de Pesquisa
Título: Diversidade das assembleias de peixes em florestas alagadas de água branca e água preta na Amazônia Central
Autor(es): Sara de Castro Loebens
Primeiro Orientador: Kedma Cristine Yamamoto
Resumo: Na bacia Amazônica, as florestas alagadas são formadas no período de inundação. O período das cheias torna-se o mais favorável pela disponibilidade de alimento oriundo principalmente das florestas alagadas além da disponibilidade de abrigo. Estudos indicam que a estruturação e distribuição de comunidades e espécies de peixes em áreas alagadas, são influenciados pelo pH, oxigênio, temperatura. Os habitats formados na região amazônica podem ser separados de acordo com as características físico-químicas da água sendo os rios classificados em rios de águas brancas, pretas e claras. As águas pretas possuem reduzida biomassa em comparação com os ambientes de águas brancas, entretanto apresentam alta diversidade de espécies de peixes. Apesar da existência de trabalhos sobre alimentação e comportamento a cerca da estruturação das assembleias de peixes em ambientes alagáveis dados comparativos são escassos. Com intuído de entender as relações existentes entre as assembleias de peixes presentes nas florestas alagadas de água preta e água branca, o presente trabalho tem como objetivo comparar a diversidade, abundância e biomassa nesses ambientes existentes na Amazônia Central. As coletas foram realizadas nos ambientes de água branca e água preta durante o período da cheia de 2014 em lagos do Parque Nacional de Anavilhanas onde ocorrem florestas de igapó e lagos próximos ao município de Iranduba onde ocorrem florestas de várzea. Para análise da diversidade das assembleias de peixes serão utilizados os índices de riqueza de Margalef, dominância de Barger-Parker, diversidade de Shannon-Wiener, Equitabilidade e similaridade de Jaccard. Para verificar possível diferença estatística (p<0,05) entre os ambientes amostrados, com dados de abundância numérica e peso, aplicaremos a Análise de Similaridade Bi-fatorial (ANOSIM).
Abstract: 
Palavras-chave: assembléias de peixes, igapó, vãrzea, diversidade
CNPq: Ciências Agrárias: Recursos Pesqueiros de Aguas Interiores
Idioma: pt_BR
País: Brasil
Editor: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da Instituição: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Ciências Pesqueiras
Faculdade de Ciências Agrárias
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2015
Tipo de Acesso: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/5025
Data do documento: 31-Jul-2016
Aparece nas coleções:Relatórios finais de Iniciação Científica

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.