Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/5149
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: SÍNTESE DE NANOPARTÍCULAS DE DIÓXIDO DE TITÂNIO
metadata.dc.creator: Anna Beatriz Ribeiro Vidal
metadata.dc.contributor.advisor1: Neila de Almeida Braga
metadata.dc.description.resumo: A síntese de nanopartículas pode ser realizada por uma variedade de métodos. Um dos métodos amplamente utilizados de síntese das nanopartículas de TiO2 é o método sol-gel, o qual baseia-se no preparo e manipulação controlada de suspensões coloidais (partículas de dimensão nanométrica), que pode gerar uma ampla variedade de composições e morfologias pela variação de alguns parâmetros simples como concentração do precursor e temperatura de preparo. No projeto anterior foram realizadas sínteses de nanopartículas de TiO2, estudando-se a variação dos parâmetros de temperatura e tempo de tratamento térmico e o valor de pH. As amostras obtidas foram caracterizadas por Difração de raios X e Espectroscopia de Espalhamento Raman. Os resultados previamente obtidos no projeto levaram à conclusão de que a temperatura de tratamento térmico tem influência direta na fase cristalina e no tamanho das nanopartículas, sendo a temperatura de transição entre a fase anatase e a fase rutilo observada no intervalo de 500 oC a 800 oC. Este estudo mostrou-se relevante tanto para o desenvolvimento da pesquisa quanto para o aprendizado da aluna, uma vez que foi necessário o desenvolvimento do modelo Campbell de resolução de integral numérica que calcula o tamanho das nanopartículas de TiO2 sintetizadas a diferentes temperaturas através da técnica de Espectroscopia de Espalhamento Raman. O outro parâmetro experimental já estudado no projeto foi o pH do meio reacional das amostras obtidas a uma mesma temperatura de tratamento térmico, fixada em 400 oC, obtendo somente a fase cristalina anatase, observou-se também a variação do tamanho de cristalito, definindo-se o pH = 1 como o mais indicado para obtenção de nanopartículas menores, e pH = 10 para obtenção de nanopartículas maiores. O tempo de tratamento térmico é o terceiro parâmetros estudado neste projeto que ainda está em andamento. Os resultados obtidos no primeiro ano deste projeto mostraram a importância da continuidade do mesmo pela quantidade e qualidade dos resultados esperados. A prática laboratorial mostrou que a síntese de nanopartículas de TiO2 pelo método sol-gel é extremamente dependente dos parâmetros experimentais, levando à expectativa de que resultados mais significativos serão obtidos ao serem variados parâmetros como o tipo de precursor utilizado, que será o n-butóxido de titânio, e também o solvente, que será o isopropanol. Os parâmetros já estudados neste primeiro ano de projeto serão novamente analisados partindo-se da síntese com o novo precursor. Os aspectos acima descritos reforçam o pedido de renovação deste projeto.
Abstract: 
Keywords: TiO2, Nanopartículas, Sol-gel
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências Exatas e da Terra: Quimica Inorganica
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Química
Instituto de Ciências Exatas
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2015
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/5149
Issue Date: 31-Jul-2016
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Relatório_Final_PIB-E_0111_2015_.pdf1,2 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.