Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/5150
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: Caracterização química e atividade biológica das frações alcaloídicas de Abuta grandifolia (Menispermaceae)
metadata.dc.creator: Jéssica Burlamaque Maciel
metadata.dc.contributor.advisor1: Rita de Cassia Saraiva Nunomura
metadata.dc.description.resumo: A diversidade de espécies animais, vegetais e de microrganismos encontradas nos diferentes biomas brasileiros faz com que o Brasil seja designado um país megadiverso. A Amazônia, maior floresta tropical úmida do mundo, abriga uma enorme biodiversidade. Estima-se a existência de um milhão de espécies de insetos, 40.000 de plantas, 3.000 de peixes, 1.300 de aves, 430 de mamíferos e de anfíbios, além de 380 de répteis. A ocorrência e a distribuição dessas espécies neste bioma se fazem de forma heterogênea em função da complexidade e vastidão territorial. Dessa biodiversidade, muitas são fontes naturais, em especial as de origem vegetal, utilizadas como alimentos funcionais ou nutracêuticos, fitoterápicos e como fonte de descoberta de fármacos. Na maioria dos casos, as propriedades biológicas de produtos naturais são resultantes dos chamados metabólitos especiais, que são micromoléculas de origem natural. Várias são as espécies amazônicas que têm despertado interesse quanto às suas propriedades biológicas como espécies potencialmente significativas para o desenvolvimento de bioprodutos. Entre essas espécies, muitas já são consagradas no uso popular para o tratamento de vários males. Entretanto, o perigo do uso indiscriminado de plantas para o tratamento de doenças sem qualquer comprovação científica é existente, uma vez que muitas não apresentam a atividade biológica comprovada e podem até apresentar toxicidade. Diante disso, o estudo químico e da atividade biológica dessas espécies para validar o uso popular dessas espécies é de fundamental importância. Entre várias espécies de uso popular na Amazônia, queremos destacar a espécie Abuta grandifolia, da família Menispermaceae, utilizada para o tratamento de úlceras estomacais e tratamento de dores reumáticas. Esse projeto visa caracterizar quimicamente as frações alcaloídicas das folhas e galhos por Cromatografia Líquida acoplada a detetor de arranjo de diodos e Espectrometria de massas (LC-DAD-MS) e verificar a atividade anti-inflamatória in vitro e inibitória da acetilcolinesterase.
Abstract: 
Keywords: Abuta, LC-MS, Amazonia
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências Exatas e da Terra: Quimica dos Produtos Naturais
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Química
Instituto de Ciências Exatas
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2015
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/5150
Issue Date: 31-Jul-2016
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.