Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/5153
Tipo de documento: Relatório de Pesquisa
Título: Produção, caracterização, otimização e validação da qualidade do biodiesel produzido a partir do óleo do babaçu
metadata.dc.creator: Felipo Giovani Feitosa Russo
metadata.dc.contributor.advisor1: Valdomiro Lacerda Martins
Resumo: A busca por sistemas sustentáveis tornou-se meta fundamental para a sociedade como um todo, devido às mudanças ocorridas no meio ambiente, geradas pelo processo de industrialização. Em face deste quadro, somada a provável redução de combustíveis fósseis, alternativas produtivas vem sendo estudadas, visando obter sistemas economicamente viáveis, socialmente justos e ecologicamente adequados. Sendo assim, as energias provenientes de fontes renováveis são hoje uma alternativa promissora frente às energias oriundas de fontes fósseis, por permitirem um fornecimento de energia sustentável, um menor impacto ambiental e uma redução na dependência de combustíveis fósseis. O biodiesel apresenta, ainda, vantagens ambientais, pois permite reaproveitar resíduos energéticos, com economia dos recursos naturais não renováveis e que, geralmente, são dispostos em ambientes, de forma inadequada, destacando-se os esgotos, rios, lixões, dentre outros. O biodiesel produzido poderia, por exemplo, ser utilizado nas embarcações de pequeno porte, pois, no caso de vazamentos e acidentes em mar, o biocombustível não causaria um impacto ambiental tão significativo comparativamente ao gerado com o óleo diesel. A presença de fontes renováveis na matriz energética brasileira é bastante significativa, principalmente a hidroeletricidade e a biomassa, onde essa última representa a principal alternativa de substituição frente ao petróleo. Dessa forma, dentre as fontes de biomassa consideradas adequadas e disponíveis para a consolidação de programas de energias renováveis, os óleos vegetais tem sido priorizados por apresentarem alternativa para a geração de energia, apoiando a agricultura familiar, valorizando potencialidades regionais e oferecendo alternativas aos problemas econômicos e sócio-ambientais. A substituição do diesel pelo óleo cru vegetal pode trazer alguns problemas aos motores, o que pode ser resolvido através de mudanças no motor ou pelo processo de transesterificação do óleo, que consiste em uma reação química entre o óleo vegetal com um álcool na presença de um catalisador. Dessa reação também se extrai glicerina, produto com diversas aplicações na indústria química. A literatura relata que a eficiência das reações de transesterificação para produção de biodiesel depende dos efeitos das variações causadas pelo tipo e pelas proporções do álcool utilizado, por diferentes catalisadores e suas quantidades, agitação da mistura, temperatura e pelo tempo de reação (GALVÃO, 2007). Os catalisadores comumente utilizados nesse processo são NaOH e KOH, porém a presença do sódio ou potássio no produto final é indesejável. Nesse contexto, o projeto procura-se produzir biodiesel a partir de óleos de babaçu, utilizando o Metanol como álcool e um catalisador básico alterando simultaneamente as 4 variáveis para obtenção do biodiesel pelo uso de um planejamento fatorial.
Resumo em outro idioma: 
Palavras-chave: Biodiesel
Óleo de babaçu
Planejamento Fatorial
Área de conhecimento - CNPQ: Ciências Exatas e da Terra: Quimica Analitica
Idioma: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Editor: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Ciências Exatas e Tecnologia - Itacoatiara
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2015
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/5153
Data do documento: 31-jul-2016
Aparece nas coleções:Relatórios finais de Iniciação Científica

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.