Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/5252
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: PREVALÊNCIA DA DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR E SUA CORRELAÇÃO COM O APERTAMENTO DENTÁRIO EM PRATICANTES DE MUSCULAÇÃO
metadata.dc.creator: Erick Souza Pedraça
metadata.dc.contributor.advisor1: Tânia Cristina Chicre Alcântara de Brito
metadata.dc.description.resumo: A DTM é definida como um conjunto de distúrbios que envolvem os músculos mastigatórios, a articulação temporomandibular (ATM) e estruturas associadas. Caracteriza-se por dores na face, na articulação temporomandibular e tensão nos músculos mastigatórios, além de ruído articular durante a função mastigatória e limitação dos movimentos. Hábitos parafuncionais, aqueles que não representam funções normais do nosso organismo, podem ser considerados como um dos diversos fatores etiológicos das disfunções temporomandibulares (DTMs). Microtraumatismos crônicos associados com apertamento dental e bruxismo têm sido considerados por vários autores SEATON (1979), D AGOSTINHO (1988), AL (1995), ARNET, MILLAN, GOTTESMAN (1997), ASH, RANFJORD, SCHMIDSEDER (1998) como exemplos desses hábitos. Sabe-se que durante o levantamento de peso, no exercício de musculação, muitas pessoas realizam o apertamento dentário como ato involuntário ou mesmo para otimizar a força muscular. Análises biomecânicas das estruturas que compõem a ATM revelaram que estas têm a capacidade de resistir e se adaptar a cargas funcionais. Mas tais estruturas não são capazes de tolerar cargas compressivas por tempo prolongado. Assim, o objetivo desta pesquisa será levantar e avaliar a prevalência de disfunções temporomandibulares e sua correlação com o apertamento dentário durante o exercício físico de musculação, especificamente em tarefas motoras que envolvam exigências físicas dos músculos da mandíbula e músculos da cintura escapular. Para tal estudo serão selecionados 75 alunos das Faculdades de Odontologia e Educação Física da UFAM, praticantes de musculação há pelo menos um ano. A amostra será composta por voluntários do sexo masculino, com faixa etária entre 18 e 30 anos, selecionados por meio de um Questionário Inicial e levados ao Campus da Universidade Federal do Amazonas, na Faculdade de Educação Física para realizarem específicos exercícios de musculação como: agachamento guiado, supino plano, rosca bíceps direta em pé, leg press baixo, desenvolvimento sentado com barra, rack 45°, durante os quais, um aparelho de eletromiografia irá monitorar a atividade dos músculos para verificar as condições fisiológicas do sistema estomatognático. Os dados serão tabulados e posteriormente analisados por meio de análise descritiva com apresentação em gráficos e tabelas com cálculo das frequência absolutas simples e relativas, testes estatístico do teste do qui-quadrado com correção de Yates ou o Teste exato de Fisher e se tiver análise da idade será aplicado a Análise de Variância (ANOVA) ou teste t - e Student.
Abstract: 
Keywords: DTM
Apertamento Dentário
Musculação.
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências da Saúde: Odontologia
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Odontologia
Faculdade de Ciências da Saúde
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2015
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/5252
Issue Date: 31-Jul-2016
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.