Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/5367
Tipo de documento: Relatório de Pesquisa
Título: Análise da cobertura de eventos climáticos extremos pelo jornal online Estado de Minas
metadata.dc.creator: Ana Karoliny Machado Macedo
metadata.dc.contributor.advisor1: Allan Soljenítsin Barreto Rodrigues
Resumo: O presente projeto de pesquisa tem como objetivo principal analisar a cobertura jornalística da seca ocorrida na Região Sudeste em Minas Gerais. A pergunta que orienta a investigação constituiu-se em saber se a imprensa conseguiu informar eficientemente seu público sobre os fenômenos das secas e suas implicações em uma das principais cidades do Sudeste do país. O nosso propósito é verificar se houve qualidade nas informações científicas e ambientais passadas pelo jornal online Estado de Minas (http://www.em.com.br) durante a cobertura jornalística da seca de 2014. Esta pesquisa é parte integrante do projeto de pesquisa Jornalismo, Ciência e Meio Ambiente na Amazônia , aprovado no Edital 043/2013 do CNPq e que tem como coordenador o Prof. Dr. Allan Soljenítsin Barreto Rodrigues. O projeto financiado pelo CNPq tem duração de dois anos, em sua primeira fase já envolve quatro bolsistas de PIBIC com projetos aprovados no edital 2014-2015, cujo objeto de pesquisa é a cobertura de eventos climáticos extremos pelos principais jornais online da Região Norte. O presente projeto de pesquisa integra a segunda fase, onde será analisada a cobertura de eventos climáticos extremos feita pelos principais jornais online da Região Sudeste. Ao final das duas análises, será possível comparar o trabalho feito pela imprensa do Norte e do Sudeste sobre a mesma temática. A relevância da pesquisa se ancora na constatação de que pela primeira vez em sua história, a humanidade se depara com a possibilidade de real de suas decisões causarem a sua extinção. O modelo de desenvolvimento econômico baseado nos princípios do capitalismo, adotado pela maioria dos países, pôs em risco a sobrevivência humana no planeta ao promover exploração insustentável dos recursos naturais e ao poluir o ambiente. A consequência mais catastrófica desses dois fatores são as mudanças climáticas globais, que já se manifestam por meio de furacões e grandes estiagens. Para realizar esta análise das reportagens sobre a seca de 2014 em Minas Gerais, lançaremos mão da análise de conteúdo. Este método apresenta-se como um dos métodos mais eficientes para rastrear por sua excelente capacidade de fazer interferências sobre aquilo que ficou impresso ou gravado. Serão analisadas as matérias publicados no portal do jornal supracitado durante o período da seca na região Sudeste com objetivo de fazer inferências sobre seus conteúdos e formatos enquadrando-os em categorias previamente testadas, mutuamente exclusivas e passíveis de replicação. Os resultados nos permitirão comparar a qualidade do jornalismo científico e ambiental praticado na região Sudeste e identificar possíveis falhas na cobertura e apontar caminhos para qualificar o conteúdo informativo acerca da questão ambiental.
Resumo em outro idioma: 
Palavras-chave: Eventos Climáticos Extremos
Seca
Jornalismo
Área de conhecimento - CNPQ: Ciências Sociais Aplicadas: Comunicacao
Idioma: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Editor: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Comunicação Social
Instituto de Ciências Humanas e Letras
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2015
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/5367
Data do documento: 31-jul-2016
Aparece nas coleções:Relatórios finais de Iniciação Científica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Ana_Macedo_PIB-SA_0093.2015.pdf846,9 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.