Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/2128
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisor1Alcicley da Silva Abreu-
dc.creatorGeidson Felipe de Oliveira Alencar-
dc.date.accessioned2016-09-23T15:12:22Z-
dc.date.available2016-09-23T15:12:22Z-
dc.date.issued2011-07-01-
dc.identifier.urihttp://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/2128-
dc.description.resumoNos últimos anos, uma quantidade substancial de evidências tem indicado o papel chave dos radicais livres e outros oxidantes como grandes responsáveis pelo envelhecimento e pelas doenças degenerativas associadas ao envelhecimento, como câncer, Alzheimer, doenças cardiovasculares, catarata, declínio do sistema imune e disfunções cerebrais. Dentre as doenças que mais tem preocupado a comunidade científica, nas últimas décadas, o câncer tem tido prioridade de estudo por acometer uma parcela considerável da população mundial. No Brasil, em 1994, o câncer foi responsável por 10,86% dos 887.594 óbitos registrados, constituindo-se na segunda causa-morte por doença, subseqüente às doenças cardiovasculares. Estimou-se para o ano de 2005 a ocorrência 467.440 casos novos de câncer. A atividade antioxidante de compostos fenólicos deve-se principalmente às suas propriedades redutoras e estrutura química. Estas características desempenham um papel importante na neutralização ou seqüestro de radicais livres e quelação de metais de transição, agindo tanto na etapa de iniciação como na propagação do processo oxidativo. Os intermediários formados pela ação de antioxidantes fenólicos são relativamente estáveis, devido à ressonância do anel aromático presente na estrutura destas substâncias. O estudo de plantas da família Piperaceae da região do Médio Amazonas é de grande importância, visto que a floresta amazônica possui um grande potencial medicinal e várias espécies já são utilizadas como condimento e na medicina popular como fontes terapêuticas. Muitas dessas plantas não foram submetidas a investigações químicas e/ou farmacológicas.O principal objetivo do trabalho será analisar a presença de compostos antioxidantes em espécies de Piperaceae da Amazônia.pt_BR
dc.description.sponsorshipFAPEAMpt_BR
dc.formatPDF-
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Amazonaspt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Ciências Exatas e Tecnologia - Itacoatiarapt_BR
dc.publisher.programPROGRAMA PIBIC 2010pt_BR
dc.publisher.initialsUFAMpt_BR
dc.rightsAcesso Restritopt_BR
dc.subjectPiperaceae-
dc.subjectAntioxidantes-
dc.subject.cnpqCiências Exatas e da Terra: Química dos Produtos Naturaispt_BR
dc.titleCompostos antioxidantes de espécies da familia Piperaceaept_BR
dc.typeRelatório de Pesquisapt_BR
dc.pibic.cursoQuímica Industrialpt_BR
dc.pibic.nrprojetoPIB-E/0074/2010-
dc.pibic.projetoCompostos antioxidantes de espécies da familia Piperaceae-
dc.pibic.dtinicio2010-07-02-
dc.pibic.dtfim2011-07-01-
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.