Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/3532
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: Análise radiológica de patas de ratos Lewis com Artrite induzida por adjuvantes e tratados com extrato de Pouteria nuda
metadata.dc.creator: Jaime Ribas Galvão Júnior
metadata.dc.contributor.advisor1: José Fernando Marques Barcellos
metadata.dc.description.resumo: A artrite reumatoide (AR) é uma doença inflamatória sistêmica crônica, de etiologia desconhecida que diminui a sobrevida e afeta significativamente a qualidade de vida na maioria dos pacientes por acometer o tecido sinovial resultando em produção excessiva de líquido, destruição da cartilagem, erosão óssea adjacente e dano aos tendões e ligamentos. Suas repercussões são potencialmente graves, não só pela morbidade associada à dor, à limitação funcional e à repercussão na qualidade de vida dos pacientes, mas por mortalidade maior em relação à população em geral. Para aprimorar os conhecimentos acerca desta doença foi utilizado um modelo experimental consagrado na literatura desde a década de 50, conhecido como artrite induzida por adjuvante (AIA), que foi inicialmente estabelecida por Pearson (1956) utilizando-se uma emulsão água-em-óleo para inocular diferentes linhagens de ratos. Desde então, a AIA tem sido extensamente utilizada como um modelo experimental para o estudo de processos imuno-inflamatórios de doenças inflamatórias articulares em humanos, em particular a artrite reumatoide, assim como o rastreio e teste de novos agentes anti-artrite. É possível observar neste modelo as manifestações clínicas, histológicas, radiológicas e imuno-inflamatórias que cursam com a doença. Substâncias químicas têm sido utilizadas para tratar doenças humanas desde o início da medicina. A Floresta Amazônica é a maior floresta tropical do mundo, centro de diversidade biológica, e possui um grande reservatório de novas moléculas bioativas e agentes fitoterapêuticos. Algumas espécies de plantas desta região vêm demonstrando ação antiinflamatória, antibacteriana e antifúngica. Dentro deste contexto, o extrato de Pouteria nuda, da família Sapotaceae foi usado para testar in vivo a ação fitoterápica desta planta. Esta espécie não tem uso medicinal conhecido, porém estudos recentes indicaram atividades antimicrobiana e antiinflamatória. O estudo radiológico de ratos com artrite induzida por adjuvante (AIA) constitui um método diagnóstico não invasivo com respaldo na literatura. A importância da técnica é avaliar o potencial terapêutico do extrato utilizado e quantificar a severidade da doença experimental animal. O estudo radiológico permitirá uma avaliação macroscópica pormenorizada das condições ósteo-articulares nos animais tratados com o extrato de P. nuda obtendo uma visão não invasiva do processo artrítico em questão e uma avaliação radiológica gradual dos possíveis efeitos antiinflamatórios deste extrato. Ainda, o projeto terá uma cooperação técnica da Faculdade de Odontologia da UFAM (FAO) para viabilizar a execução dos procedimentos radiológicos. Este projeto é uma vertente do Projeto CNPQ universal: AÇAO DO EXTRATO DE Pouteria nuda INDUZIDA POR ADJUVANTE EM RATOS LEWIS (Doutorado) e AÇÃO DO GEL DE Pouteria nuda APLICADO PELA FONORESE EM ARTRITE INDUZIDA POR ADJUVANTE EM RATOS LEWIS (Mestrado).
Keywords: Artrite Reumatoide
Radiologia
Bioprospecção
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências da Saúde: Medicina
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Ciências Morfológica
Instituto de Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2012
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/3532
Issue Date: 31-Jul-2013
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Jaime Ribas Galvão Júnior.pdf2,07 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.