Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/3670
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisor1Danielle Albuquerque Pires Rocha-
dc.creatorMaria Joana Nunes de Azevedo-
dc.date.accessioned2016-09-23T15:38:57Z-
dc.date.available2016-09-23T15:38:57Z-
dc.date.issued2014-07-31-
dc.identifier.urihttp://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/3670-
dc.description.resumoA falta de precisão e rapidez no diagnóstico laboratorial de algumas doenças sexualmente transmissíveis (DST) são problemas enfrentados pelos profissionais que atuam nesta área. Além dessas dificuldades inerentes aos testes, a falta de alguns deles na rede pública de saúde dificultam ainda mais a elucidação de diagnósticos. Por causa dessas dificuldades, as DST são subdiagnosticadas, sendo tratadas indiscriminadamente, valendo-se apenas do diagnóstico clínico. Os métodos moleculares de diagnóstico têm surgidos nos últimos anos como uma excelente alternativa para preencher algumas dessas lacunas deixadas pelos métodos tradicionais. O diagnóstico molecular da C. trachomatis, uma importante bactéria sexualmente transmissível, tem sido alvo de inúmeras pesquisas. Os métodos de amplificação de ácidos nucléicos utilizam iniciadores que podem anelar no plasmídeo bacteriano, no DNA cromosomal (geralmente o gene omp1, que codifica a proteína maior de membrana) e no gene 16S ribossomal. A detecção de um gene que esteja presente no DNA plasmidial parece conferir vantagem em relação ao DNA cromossomal, pois apresenta-se de 7 a 10 cópias na bactéria, conforme o número de cópias do plasmídeo. Entretanto, estudos sugerem que variantes livres de plasmídeo podem, mesmo que em raras ocasiões, estar presentes em amostras clínicas, e a infecção não seria detectada nestas pacientes. O objetivo desta pesquisa é analisar comparativamente a sensibilidade de alguns pares de oligonucleotídeos comumente usados em estudos de detecção da C. trachomatis.pt_BR
dc.description.sponsorshipFAPEAMpt_BR
dc.formatPDF-
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Amazonaspt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentISB - Instituto de Saúde e Biotecnologia (Coari)pt_BR
dc.publisher.programPROGRAMA PIBIC 2013pt_BR
dc.publisher.initialsUFAMpt_BR
dc.rightsAcesso Restritopt_BR
dc.subjectPCR-
dc.subjectChlamydia trachomatis-
dc.subject.cnpqCIÊNCIAS BIOLÓGICAS: BIOQUÍMICApt_BR
dc.titleAnálise comparativa da sensibilidade de diversos primers para detecção da Chlamydia trachomatis em amostra endocervicalpt_BR
dc.typeRelatório de Pesquisapt_BR
dc.pibic.cursoBiotecnologiapt_BR
dc.pibic.nrprojetoPIB-B/0017/2013-
dc.pibic.projetoAnálise comparativa da sensibilidade de diversos primers para detecção da Chlamydia trachomatis em amostra endocervical-
dc.pibic.dtinicio2013-08-01-
dc.pibic.dtfim2014-07-31-
dc.contributor.colaboradorRenato dos Santos Reis-
dc.contributor.colaboradorFrancisca lais de araujo oliveira-
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica - Ciências Biológicas

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.