Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/4613
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: Relação entre risco de quedas e força de preensão palmar em idosos residentes no município de Coari-AM
metadata.dc.creator: Ilkilene Pinheiro Queiroz
metadata.dc.contributor.advisor1: Tiótrefis Gomes Fernandes
metadata.dc.description.resumo: Introdução: As quedas na população idosa constituem um importante problema de saúde publica, devido à decorrência de sua frequência, da morbidade, elevado custo social, e econômico. Sendo a força muscular uma medida de comprometimento para o envelhecimento, parece haver associação entre queda e força de preensão palmar. Porém ainda há necessidade de estudos padronizados e de base populacional que testem tal associação. O PIBIC anterior que investigou isto em uma amostra de 105 idosos do município não encontrou correlação significativa entre queda e força de preensão palmar, apesar de correlação positiva entre esta variável e controle postural. No entanto, para se obter maior representatividade populacional e análises estatísticas mais robustas e confiáveis será necessário ampliar a amostra do estudo 270 idosos conforme cálculo da amostragem. Objetivos: Esta renovação da pesquisa permitirá avaliar a relação entre quedas e força de preensão palmar em amostra representativa de idosos residentes em área urbana no município de Coari-AM, bem como identificar a força muscular média de preensão palmar entre os idosos caidores e não caidores e em diferentes faixas etárias e sexos. Métodos: Este projeto é parte integrante de um estudo maior sobre a população idosa do município de Coari, o Estudo da Saúde e Fragilidade do Idoso da Amazônia Brasileira ESFRIA , código PP-S/0004/2013. Trata-se de um estudo transversal de base populacional. A amostra calculada por meio de conglomerado em dois estágios será de 270 idosos (pessoas acima de 60 anos). A partir de aleatorização os idosos serão abordados em suas casas e sua participação estará condicionada a anuência e assinatura do termo de consentimento. Será aplicado um questionário geral sobre aspectos sociodemográficos, histórico de quedas e condição geral de saúde. A avaliação da força de preensão palmar será efetuada por um dinamômetro hidráulico de mão. A avaliação acontecerá em três medidas com intervalo de 10 segundos entre cada execução, em ambas as mãos devido ao efeito da dominância, com incentivo verbal do avaliador garantindo o esforço máximo durante a tarefa. As informações serão tabuladas em um banco de dados no software EXCEL e análises estatísticas em software Statistical Package for the Social Sciences (SPSS) e o software R. Será adotado para os testes um nível de significância de 5%. A orientação será feita de maneira semipresencial e com apoio da professora Erika Gomes Alves, do ISB-Coari.
Keywords: Força de preensão palmar
Quedas
Idoso
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências da Saúde: Epidemiologia
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Educação Física e Fisioterapia
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2014
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/4613
Issue Date: 31-Jul-2015
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ilkilene Pinheiro Queiroz.pdf294,89 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.