Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/1146
Tipo: Relatório de Pesquisa
Título: Qualidade interna e externa do ovo de poedeiras Lohman LSL alimentados com diferentes níveis de fitase e fósforo
Autor(es): Waldo Mateus Placido Miller
Primeiro Orientador: Frank George Guimarães Cruz
Resumo: Aves poedeiras por necessitarem de uma grande quantidade de cálcio e fósforo necessitam de digerir e absorver de forma eficaz estes nutrientes e, portanto, justifica-se a sua suplementação ou a adição de enzimas exógenas que as capacitam a fazê-los, (SEVERO,. 2001). O Brasil é um dos maiores produtores de grãos e cereais, sendo estes a base da nutrição de monogástricos, devido seus altos teores de nutrientes como proteínas, energia e minerais como o cálcio e o fósforo. O fósforo encontrado no grão maduro encontra-se na forma de hexafosfato de inosotol ou ácido fítico e conseqüentemente a maior parte do fósforo encontrado nas rações está sobre a forma de fósforo fítico, sendo necessária a suplementação deste nutriente na ração Pizzolante (2002). Serão utilizados 160 poedeiras da linhagem Lohman LSL com 28 semanas de idade, criadas sob idênticas condições de alimentação e manejo. A ração a ser utilizada será confeccionada quinzenalmente na fábrica de ração do próprio setor, e armazenada em recipientes plásticos no galpão experimental, e terá 15,5 % de PB, 2.750Kcal/kg de energia e 4,2 % de cálcio. O delineamento será inteiramente casualizado em esquema fatorial 3x2 (três níveis de fósforo e dois de fitase). Totalizando seis tratamentos com cinco repetições de oito aves cada. Os níveis de fósforo serão de 0,2%, 0,28% e 0,36 % e os níveis de fitase serão de 0 e 300 unidades de fitase (FTU). Para avaliar a qualidade da casca dos ovos serão determinadas: massa de ovo o peso específico durante os três últimos dias de cada período com todos os ovos íntegros produzidos, utilizando-se 5 soluções salinas de NaCl, com densidade variando de 1.075 a 1.095g/cm3 e com gradiente de 0,005 entre elas; espessura de casca, usando-se três ovos por parcela coletados no último dia de cada período, que foi obtida pela leitura de três pontos na região equatorial do ovo, feita por um micrômetro; Unidade Haugh, para avaliar a qualidade do albúmem, calculados utilizando-se a fórmula apresentada por Card e Nesheim (1968) e percentagem de casca, obtida por meio da relação peso da casca/peso do ovo. Os resultados serão submetidos à análise de variância através do Sistema para Análises Estatística e Genética SAEG da Universidade Federal da Viçosa. Para comparação entre as médias será aplicado o teste de Tukey a 5% de significância.
Abstract: 
Palavras-chave: fósforo, fitase, qualidade do ovo, poedeiras
CNPq: Ciências Agrárias: Nutricao e Alimentacao Animal
Idioma: pt_BR
País: Brasil
Editor: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da Instituição: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Produção Animal e Vegetal
Faculdade de Ciências Agrárias
metadata.dc.publisher.program: Programa PIBIC 2008
Tipo de Acesso: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/1146
Data do documento: 25-Jul-2009
Aparece nas coleções:Relatórios finais de Iniciação Científica

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.