Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/1227
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: Identificação de Endófitos da Planta Medicinal Sacaca (Croton cajuçara Benth).
metadata.dc.creator: Márcia Soares Sobreira
metadata.dc.contributor.advisor1: Rozana de Medeiros Souza Galvão
metadata.dc.description.resumo: Endófitos são todos os microrganismos, cultiváveis ou não, que habitam o interior dos tecidos vegetais, não causando danos ao hospedeiro e nem o desenvolvimento de estruturas externas, excluindo, dessa forma, bactérias nodulares e micorrizas. Há evidências da influência desses microrganismos em diversas características expressas pela planta, dentre as quais podemos citar: a produção de hormônios de crescimento e antibióticos, a proteção contra herbivoria (pela produção de alcalóides), entre outros. Esses microrganismos colonizam praticamente todas as espécies de plantas, sendo potenciais fontes de estudo para características de interesse fora e dentro da planta. Sacaca (Croton cajuçara Benth), planta medicinal e aromática nativa da Região Amazônica, que na língua Tupi significa feitiço , é utilizada há séculos pelos índios contra males do fígado e dos intestinos, vem sendo empregada também para emagrecimento, baixar o colesterol e no combate ao diabetes pela população da Amazônia. As enfermidades transmitidas por insetos vetores, como malária, dengue e leishmaniose, afetam profundamente a vida do homem, principalmente nas regiões tropicais. Além dos efeitos adversos dos inseticidas sintéticos ao meio ambiente, a maioria destes insetos tem se tornado fisiologicamente resistentes a muitos desses produtos. A sacaca poderá vir a substituir o pau-rosa na produção do linalol, óleo essencial para fixação de perfumes. Este trabalho tem como objetivo observar a ocorrência de fungos endofíticos na sacaca. As plantas amostradas estão localizadas nas áreas dos Municípios de Manaus e Manacapuru no Estado do Amazonas. As coletas serão realizadas a partir de tecidos sadios de plantas isentas de manchas ou lesões. Amostras vegetais, serão coletadas em campo, e acondicionadas em saco de papel, protegidas de calor e encaminhadas ao Laboratório onde serão processadas com menos de 12 horas após a coleta. Para o isolamento dos fungos serão utilizados fragmentos das folhas e dos galhos originados de 40 plantas, sendo 20 de Manaus e 20 de Manacapuru serão inoculados em placas de Petri contendo BDA como meio de cultura. Nesses procedimentos será utilizado método clássico que permite a desinfestação externa dos tecidos vegetais com hipoclorito de sódio.
Abstract: 
Keywords: endófitos
antimaláricos
Croton cajuçara Benth.
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências Biológicas: Genetica Molecular e de Microorganismos
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Biologia
Instituto de Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa PIBIC 2008
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/1227
Issue Date: 31-Jul-2009
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.