Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/1466
Tipo de documento: Relatório de Pesquisa
Título: Caracterização mecânica de argamassas de cimento Portland com adição de sílica xerogel extraída da cinza da casca de arroz.
metadata.dc.creator: Otávio César de Paiva Valadares
metadata.dc.contributor.advisor1: Raimundo Pereira de Vasconcelos
Resumo: O aumento dos desafios construtivos na engenharia gera a necessidade de argamassas com maior resistência e durabilidade, além da grande utilização de cimento. Contudo, observa-se um empenho para se diminuir seu consumo e conseqüentemente sua produção, que causam um impacto ambiental negativo devido à extração da matéria-prima e pela liberação de CO2 durante sua produção. Para se reduzir o consumo de cimento, uma importante alternativa é a utilização de materiais suplementares, empregados em sua substituição parcial, com o intuito de se obter melhoras nas propriedades finais da mistura, tanto no estado fresco como no endurecido. A diminuição do consumo de cimento também traz benefícios econômicos, reduzindo o custo final da mistura. Estudos recentes têm mostrado que resíduos derivados da agroindústria, como a cana-de-açúcar e a casca de arroz, apresentam atividade pozolânica devido à elevada concentração de sílica amorfa (Cocina, 2003). Assim a utilização desses resíduos promove, além da melhoria de concretos e argamassas, a diminuição de impactos ambientais oriundos da disposição inadequada destes resíduos. Por exemplo, as cascas de arroz queimadas e deixadas no campo, tornam o solo improdutível e, na forma de poeira, essa cinza pode causar nos seres humanos doenças pulmonares. Em estudos realizados pelo professor Jefferson Libório (diretor do Instituto Brasileiro do Concreto), concretos que apresentaram resistência de 25 Mpa aos 28 dias, passaram a obter, com a adição de sílica ativa resultante da combustão da casca de arroz, 120 MPa com a mesma idade e de 50 MPa com l (um) dia. Uma outra forma de se obter sílicas, oriundas das cascas de arroz é observando o estudo realizado por Kalapathy e colaboradores desenvolveram um método mais simples e econômico de obtenção de sílica xerogel (Método Hidrotérmico), a partir da extração com solução alcalina, das cinzas de casca de arroz, o qual será utilizado neste projeto, sendo que a sílica xerogel nada mais é do que uma sílica gel (obtida por este me´todo) seca em estufa. As propriedades fisico-químicas da sílica xerogel são muito superiores as da sílica obtida da combustão da casca de arroz, pois apresenta partículas nanométricas e área superficial muito superior à da sílica ativa, e por ser um gel desidratado, é esperado que, exerça uma atividade pozolânica maior e mais facilmente do que as demais sílicas (Iler,1976). Desse modo, propõe-se o estudo do efeito da adição de sílica xerogel sobre a resistência mecânica e durabilidade de argamassas de cimento Portland.
Resumo em outro idioma: 
Palavras-chave: silica xerogel, argamassas.
Área de conhecimento - CNPQ: Engenharias: Engenharia Civil
Idioma: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Editor: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Construção
Faculdade de Tecnologia
metadata.dc.publisher.program: Programa PIBIC 2008
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/1466
Data do documento: 31-jul-2009
Aparece nas coleções:Relatórios finais de Iniciação Científica

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.