Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/1996
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: Estudo do conteúdo estomacal dos peixes associados a troncos caídos nos igarapés no médio Rio Negro região de Barcelos-AM
metadata.dc.creator: Flávio Ruben Paes de Oliveira Júnior
metadata.dc.contributor.advisor1: Ning Labbish Chao
metadata.dc.description.resumo: Nas planícies inundáveis do Rio Negro, existem uma grande quantidade de igarapés e riachos que se destacam pela diversidade de espécies de peixes de interesse ornamental. Na região de Barcelos, médio Rio Negro há uma grande variedade de peixes usados com fins ornamentais. Sendo assim, o presente trabalho visa determinar a composição da dieta dos peixes que habitam troncos caídos nos igarapés. As coletas serão realizadas nos igarapés Daracuá e Zamula. Os peixes serão capturados em três períodos do ciclo hidrológico (seca, vazante, enchente), os troncos serão cercados com auxilio de uma redinha para evitar eventuais tentativas de fuga dos animais (locais rasos), os troncos serão colocados para fora d água e as fendas e/ou buracos abertos com auxilio de um Terçado (facão). Observação subaquática por um período de 30 minutos em cada ponto de coleta será empregada, utilizando-se snorkel e máquina fotográfica a prova d`água, para serem feitos registro das espécies nos troncos. Os peixes coletados serão fixados em formalina a 10 % e levados ao laboratório de ictiologia da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) para serem identificados com o uso de chaves taxonômicas e a ajuda de especialistas. A atividade alimentar será determinada por meio do grau de repleção estomacal, adotando a seguinte escala: 0% (vazio), 25%, 50%, 75% e 100% (cheio). A dieta será definida através da análise do conteúdo estomacal, sendo os itens alimentares identificados com o auxilio de microscópio estereoscópio, ao menor nível taxonômico possível. Nestas análises serão utilizados os métodos de freqüência de ocorrência (número de vezes que determinado item i ocorre nos estômagos com alimentos) e volume relativo (porcentagem que cada item i apresenta nos estômagos com alimentos). Os valores do IAi serão posteriormente convertidos em percentagens e utilizados para determinar a categoria trófica da espécie. Itens que apresentarão IAi superior a 50% determinarão a categoria trófica da espécie. Para a interpretação dos resultados será realizada uma análise de similaridade entre as espécies estudadas a partir dos valores da composição percentual do IAi, através do método de aglomeração por ligação simples, utilizando o índice quantitativo de Bray-Curtis, sendo o resultado exibido em forma de dendrograma, com o auxilio do programa Past versão 1.78. A análise de similaridade alimentar, baseada nos valores porcentuais do IAi, irá separar as espécies pela porcentagem dos itens alimentares ingeridos, sendo identificadas as categorias tróficas. Neste contexto, o conhecimento da alimentação natural de peixes é essencial para compreender fatores alimentares importantes tais como o da nutrição, que gera informações sobre as necessidades e a assimilação dos alimentos, os levantamentos faunísticos e florísticos que podem ser obtidos utilizando predadores como simples meios de coleta, e a ecologia trófica.
Abstract: 
Keywords: Amazônia
Rio Negro
Estrutura trófica
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências Agrárias: Engenharia de Pesca
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Ciências Pesqueiras
Faculdade de Ciências Agrárias
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2010
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/1996
Issue Date: 1-Jul-2011
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.