Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/2407
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: Caracterização isotópica de plânctons em viveiros semi-escavados no cultivo de tambaqui (Colossoma macropomum) com diferentes densidades de estocagem.
metadata.dc.creator: Filipe Azevedo de Noronha
metadata.dc.contributor.advisor1: Ana Cristina Belarmino de Oliveira
metadata.dc.description.resumo: A piscicultura é uma atividade de criação de peixes, com controle sobre o seu crescimento, reprodução e alimentação. Sua produção está concentrada em quatro tipos de modalidades: tanque-rede, viveiro escavados, barragens e canais de igarapés, sendo que viveiros escavados tem uma parcela de 39% da produção do cultivo de peixe regional. A produção primária é essencial para a produção, pois disponibiliza oxigênio e alimentação para peixes como o tambaqui. Ao se obter os valores isotópicos dos peixes e o que ele adquire de alimento no ambiente temos como analisar a quantidade de peso produzida. Uma das condições para o uso dos isótopos estáveis em estudos alimentares é que as fontes que compõem a dieta do animal em questão tenham sinais isotópicos distintos. Os isótopos estáveis mais usados em estudos são os de carbono (13C/12C) e nitrogênio (15N/14N). A Alimentação do tambaqui juvenil é zooplâncton mudando para frutos de acordo com seu desenvolvimento. A caracterização isotópica do plâncton é de extrema importância para obtenção de dados que mostram quanto de alimento está sendo transformado em biomassa e assim melhor distribuir a alimentação pro peixe e economizando recursos. Entretanto, este trabalho objetiva caracterizar isotópica plânctons em viveiros semi-escavados no cultivo de tambaqui com diferentes densidades de estocagem. As coletas serão realizadas na fazenda Agroindrustrial Tambaqui Ltda no km 142 da AM 010 em 9 viveiros semi-escavado com diferentes densidades com a área de 0,5ha, da espécie tambaqui. O plâncton será coletado com redes de malhas de 20m e 55 m, que serão refrigerados e levados ao laboratório para um processo de filtragem, essa filtragem será feita no Laboratório de Matérias Primas Aquícolas- Lampaq, as amostras serão seca em estufa a 55ºC, moídas em almofariz com pistilo até a forma de pó fino e armazenadas em pequenos recipientes plásticos. As composições isotópicas em carbono e em nitrogênio das amostras serão determinadas em análises isotópicas que serão realizadas no Laboratório de Ecologia Isotópica do Centro de Energia Nuclear na Agricultura USP (Universidade de São Paulo) Será realizada análise estatística descritiva em termos de média e desvio padrão utilizando os resultados das composições isotópicas do plâncton coletados nos tanque.
Abstract: 
Keywords: Piscicultura
cultivo intensivo
fontes primárias.
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências Agrárias: Aquicultura
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Ciências Pesqueiras
Faculdade de Ciências Agrárias
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2011
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/2407
Issue Date: 31-Jul-2012
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.