Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/2409
Tipo: Relatório de Pesquisa
Título: Acompanhamento do cultivo de pirarucu (Arapaima gigas) em tanques-rede na Unidade Familiar de Produção da REDES-Tupé, Manaus.
Autor(es): Wallon Viana da Silva
Primeiro Orientador: Ana Cristina Belarmino de Oliveira
Resumo: A criação de peixe em tanques-rede tem se difundido mundialmente, tanto em águas continentais como em faixas costeiras, devido aos resultados compensatórios que vem apresentando aos produtores e, atualmente vem ganhando um grande número de adeptos no Brasil país que reúne condições favoráveis à implantação desta modalidade de criação: clima apropriado e imenso potencial hídrico, principalmente na bacia hidrográfica do Amazonas e na zona costeira. A piscicultura em tanques-rede é uma alternativa para o aproveitamento racional dos recursos hídricos, represas, lagos e outros reservatórios de água, por ser uma atividade totalmente dependente da qualidade do ambiente. O pirarucu (Arapaima gigas), peixe da família Arapaimidae e uma espécie promissora para o cultivo intensivo de peixes principalmente pelas características peculiares que possui como sua respiração aérea obrigatória facilitando sua criação em ambientes com baixa disponibilidade de oxigênio, a facilidade de ser treinado para aceitar ração balanceada, seu crescimento rápido, podendo alcançar 10 kg em um ano, sua excelente taxa de sobrevivência e o fato de não manifestar canibalismo permite que sejam estocados em altas densidades, além de que a ótima aceitação de sua carne permite alcançar bom preço no mercado. Este trabalho tem como objetivo acompanhar a experiência comunitária de cultivo de pirarucu em tanques-rede na Unidade Familiar de Produção da REDES Tupé. O experimento será conduzido na comunidade de São João do Tupé. O cultivo será conduzido em 8 tanques-rede instalados na parte mais profunda do lago e de acordo com as exigências técnicas de viabilidade. Os tanques-rede utilizados apresentam estrutura leve, resistente e não corrosível, com as seguintes características: dimensões de 3,0x 3,0 x1, 5 sendo 18 m³. Será utilizado um lote homogêneo de 24 juvenis pirarucus adquiridos na Fazenda Santo Antônio. Os peixes serão alimentados com ração comercial com 40% de PB. O arraçoamento será ad libitum realizado duas vezes ao dia. O consumo alimentar será comparado com base nos índices zootécnicos de sobrevivência, ganho de peso médio, biomassa e conversão alimentar aparente (CAA).
Abstract: 
Palavras-chave: Piscicultura
índices zootécnicos
densidades de estocagem.
CNPq: Ciências Agrárias: Aquicultura
Idioma: pt_BR
País: Brasil
Editor: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da Instituição: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Ciências Pesqueiras
Faculdade de Ciências Agrárias
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2011
Tipo de Acesso: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/2409
Data do documento: 31-Jul-2012
Aparece nas coleções:Relatórios finais de Iniciação Científica

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.