Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/2528
Tipo de documento: Relatório de Pesquisa
Título: Implementação da ISO 17025:2005 (Requisitos Gerais para a Competência de laboratórios de Ensaio e Calibração) no Laboratório de Pesquisas e Ensaios em Combustíveis (LAPEC)
metadata.dc.creator: Ingrity Suelen Costa Sá
metadata.dc.contributor.advisor1: Larissa Silveira Moreira Wiedemann
Resumo: O Laboratório de Pesquisas e Ensaios de Combustíveis (LAPEC) foi criado por meio do Projeto INFRAPETRO - Infraestrutura de Apoio Laboratorial voltada para o Desenvolvimento de Pesquisas e Monitoramento da Qualidade de Combustíveis derivados de Petróleo e Gás Natural, aprovado em 2002, com aportes financeiros da Financiadora de Estudos e Projetos FINEP/MCT, Edital CTPETRO 2000/1. Foi inaugurado em 15/04/2004. Seu principal cliente é a AGÊNCIA NACIONAL DE PETRÓLEO (ANP) que patrocina integralmente o Programa de Monitoramento e Qualidade de Combustíveis (PMQC). Os resultados obtidos no PMQC são importante ferramenta de orientação para a área de Fiscalização da ANP e também subsidiam ações dos Ministérios Públicos, Procons e Secretarias de Fazenda que tenham convênios com a ANP. Por isso é tão importante assegurar a qualidade dos resultados destes ensaios. Outro objetivo do programa é promover a cultura da qualidade dos combustíveis junto à população. Para garantir esta qualidade, a ANP regulamenta os combustíveis através de especificações para cada produto produzido e/ou comercializado no Brasil. Desta maneira, garante-se a qualidade mínima necessária ao bom desempenho do produto, definida através de um conjunto de características e seus respectivos limites. Dessa forma, sendo o LAPEC responsável por todo o controle destes ensaios no Estado do Amazonas e Roraima tornou-se primordial garantir a qualidade dos seus ensaios através de normas regulamentadas e reconhecidas internacionalmente. A ABNT ISO/IEC 17025:2005, especifica requisitos para a competência na realização de ensaios e calibrações. Através de sua obtenção conseguimos demonstrar a confiabilidade metrológica, ou seja reconhecimento da competência técnica internacional dos ensaios realizados no laboratório. Esta norma se divide em duas partes, uma relacionada a requisitos de gestão pela direção e outra em requisitos técnicos. Para isso se faz necessário além do aporte econômico, garantir a formação de recursos humanos para atuar especificamente na área. O INMETRO é o único órgão no Brasil capaz de realizar auditoria em relação ao cumprimento das exigências requeridas nesta ISO. Para esse processo ocorrer o laboratório tem que passar por uma auditoria e após a mesma os auditores definem se o laboratório está apto ou não a receber a acreditação. A obtenção da acreditação, seria muito importante para todos, , já que ainda nenhum laboratório pertencente a esta instituição possui este título.
Resumo em outro idioma: 
Palavras-chave: iso 17025, validação, qualidade
Área de conhecimento - CNPQ: Ciências Exatas e da Terra: Quimica Analitica
Idioma: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Editor: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Química
Instituto de Ciências Exatas
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2011
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/2528
Data do documento: 31-jul-2012
Aparece nas coleções:Relatórios finais de Iniciação Científica

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.