Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/2564
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: Ozônio na atmosfera do Campus da UFAM em Manaus
metadata.dc.creator: Ligia Lira de Freitas
metadata.dc.contributor.advisor1: Cristine de Mello Dias Machado
metadata.dc.description.resumo: Alguns efeitos danosos da poluição do ar como chuva ácida, eutrofização, aquecimento global, alteração do regime de chuvas e dos ciclos biogeoquímicos são conhecidos e debatidos tanto no meio científico quanto pela população em geral. Contudo, a participação da atmosfera nesses processos é pouco conhecida. Esta falta de conhecimento ambiental se contrapõe com a crescente industrialização e modernização das cidades, caracterizadas por modificações no uso da terra e exploração de recursos naturais. Estudos científicos sobre a atmosfera da região Amazônica são especialmente importantes devido à sua diversidade e à sua relevância para os processos atmosféricos regionais e globais, corroborando a necessidade de pesquisas sobre a atmosfera dessa região. Nesse sentido, este projeto propõe estudar o ozônio presente na atmosfera da UFAM em Manaus no campus senador Arthur Virgilio Filho. O ozônio é um gás importante para as reações atmosféricas e para o controle da poluição do ar. No entanto, em elevadas concentrações pode ser danoso aos seres vivos. Em princípio, as fontes potenciais de poluição atmosférica em Manaus são as emissões veiculares e industriais, a ressuspensão de poeira do solo e, em locais isolados, as queimadas. Porém, para inferir sobre a qualidade do ar da cidade é necessário conhecer a composição e a variação das concentrações dos constituintes químicos presentes na atmosfera. Neste projeto essas questões relativas ao ozônio começarão a ser investigadas na atmosfera do Campus senador Arthur Virgilio Filho, em Manaus. O objetivo do projeto é determinar as concentrações de ozônio na atmosfera do Campus da UFAM em Manaus a fim de relacionar as variações temporais com as variações climáticas características da região e com as principais fontes e sumidouros de ozônio nesta área. A metodologia para determinar os níveis de ozônio será baseada na reação entre o corante índigo azul e o ozônio, que forma produtos incolores. Para obter a amostra o ozônio será coletado em um amostrador contendo filtros de celulose impregnados com solução de índigo azul para que ocorra a reação entre o ozônio e o corante. Medidas de absorbância são feitas antes e depois da interação do corante com o ozônio. A área do campus é considerada a terceira maior do mundo e a primeira do Brasil em perímetro urbano (fragmento contínuo). Nas adjacências encontram-se conjuntos habitacionais, vias de tráfego intenso e parte do Distrito Industrial de Manaus. Este fato ressalta a importância de um estudo sobre os impactos da poluição do ar sobre uma área verde preservada. Os resultados serão fundamentais para conhecer os níveis atuais de ozônio na atmosfera dentro do campus e a influência das fontes externas sobre suas concentrações.
Abstract: 
Keywords: atmosfera
ozônio
UFAM-Manaus
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências Exatas e da Terra: Quimica da Atmosfera
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Química
Instituto de Ciências Exatas
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2011
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/2564
Issue Date: 31-Jul-2012
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Relatorio_final_PIB-E-0060-2011.pdf507,27 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.