Please use this identifier to cite or link to this item: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/2652
metadata.dc.type: Relatório de Pesquisa
Title: Eventos extremos de cheia e seca nos rios amazônicos: seus impactos e influências na cidade de Manacapuru (AM)
metadata.dc.creator: Diego Gomes Aguiar
metadata.dc.contributor.advisor1: Naziano Pantoja Filizola Junior
metadata.dc.description.resumo: Os rios influenciam significativamente a vida de todas as pessoas que deles dependem. A água é uma fonte de benefícios por se fazer presente nas diferentes atividades humanas como: pesca, agricultura, indústria, transporte e até mesmo no lazer. Dessa forma os rios com sua sazonalidade envolvendo eventos hidrológicos como cheias e secas, provocam mudanças e adaptações nas formas de aproveitamento da utilização da água nos mais diversos setores. No contexto do Plano Nacional de Recursos Hídricos a Amazônia é vista sob a denominação de região hidrográfica amazônica e representa cerca de 40% de todo o território brasileiro, possuindo mais de 60% de toda disponibilidade hídrica do país. Os recursos hídricos desta região, abundantes e até hoje pouco explorados, constituem um patrimônio nacional para o qual a nação brasileira não pode voltar às costas. Região de grandes contrastes naturais e humanos, a Região Hidrográfica Amazônica tem na gestão de seus recursos naturais, na qual se inclui a água e o processo de implantação de sua gestão um grande desafio (BRASIL, 2006). Especialmente no que diz respeito a lidar com as consequências de eventos hidrológicos extremos. Cabe destacar as secas dos anos de 2005 e 2010, bem como as cheias de 2006 e 2009 as quais atingiram níveis críticos na região. Sendo assim, é de suma importância verificar de que forma essa sazonalidade pode interferir nas relações humanas, e como lidam as pessoas com seus eventos extremos caracterizados por uma grande seca e uma grande cheia. Com base nos dados hidrológicos dos anos de 2005/2006 e 2009/2010, anos de eventos extremos de secas e cheias nos rios amazônicos faz-se necessário um estudo analisando as influências dos mesmos na configuração sócioespacial do município de Manacapuru localizado no Estado do Amazonas, situado a 86 km da cidade de Manaus. O Rio Solimões que banha a cidade torna-se referência no estudo. E na medida em que estes eventos ocorrem, muitos dos habitantes são afetados em suas diversas atividades, mobilizando as autoridades públicas a tomarem atitudes de extrema urgência visando atender a demanda populacional afetada. Desta forma, a utilização de ferramentas hidrológicas para a análise dos eventos extremos facilita a percepção dos níveis de alterações do Rio Solimões nos seguintes períodos facilitando a apreensão do contexto de ocorrência (tanto no fator climático e hidrográfico quanto no espaço urbano) e suas consequências diversas (desabamentos, inundação bairros e populações atingidas, etc). A análise de dados temporais com o uso de gráficos permitirá obter uma visualização dos eventos ao longo do período proposto para estudo e ajudando a comparar com outros dados relevantes, para em seguida espacializá-los. Estes dados auxiliam com sua análise a prevenção de catástrofes maiores e na elaboração de políticas públicas adequadas a tomada de medidas preventivas relacionadas às necessidades da população.
Keywords: Hidrologia
Eventos extremos
Amazônia
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências Humanas: Geografia
metadata.dc.language: pt_BR
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
metadata.dc.publisher.initials: UFAM
metadata.dc.publisher.department: Geografia
Instituto de Ciências Humanas e Letras
metadata.dc.publisher.program: PROGRAMA PIBIC 2011
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://riu.ufam.edu.br/handle/prefix/2652
Issue Date: 31-Jul-2012
Appears in Collections:Relatórios finais de Iniciação Científica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Diego Gomes Aguiar - Relatório Final.pdf1,45 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.